quinta-feira, 09/11/2006
Últimas Notícias

Projeto criado por professor de Escola Estadual do interior ganha reconhecimento da equipe escolar

Iniciativa deu um passo e tanto na luta contra o racismo e o preconceito O projeto “A História dos Vencidos”, do professor Adriano Barbosa, da Escola Estadual Profª Fanny Altafim Maciel, de Macatuba, no interior do Estado, foi destaque no “São Paulo, Educando pela Diferença para a Igualdade”. De acordo com a equipe da Diretoria […]

Iniciativa deu um passo e tanto na luta contra o racismo e o preconceito

O projeto “A História dos Vencidos”, do professor Adriano Barbosa, da Escola Estadual Profª Fanny Altafim Maciel, de Macatuba, no interior do Estado, foi destaque no “São Paulo, Educando pela Diferença para a Igualdade”. De acordo com a equipe da Diretoria de Ensino de Jaú, da qual a escola faz parte, ele cumpriu todos os objetivos propostos pelo curso de capacitação de professores do Estado de São Paulo no ano de 2006, com foco no ensino lúdico.

Mais sobre o projeto

A idéia envolveu alunos da unidade escolar com o objetivo de lançar um novo olhar, sem preconceito, sobre o continente africano, além de ressaltar a importância de ações afirmativas para a população negra. Na opinião dos educadores da Escola Estadual Profª Fanny Altafim Maciel, o projeto teve grande sucesso na unidade escolar, e conscientizou os alunos e a comunidade escolar sobre o valor do continente africano e do povo afro-descendente. Na prática, a iniciativa deu um passo e tanto na luta contra o racismo e o preconceito.

Mais sobre o Educando pela Diferença para a Igualdade

O São Paulo: Educando pela Diferença para a Igualdade pretende ainda construir com os professores atividades educativas e pedagógicas que busquem enfrentar a questão da discriminação, construindo outra perspectiva que enfrente e acolha as diferenças e diversidades.

Os projetos e propostas didático-pedagógicas serão levados às salas de aula do Ensino Fundamental (1ª a 4ª série) e Ensino Médio (História, Língua Portuguesa e Artes). Além disso, pretende-se estimular também que os três princípios básicos do Parecer CNE/CP 003/2004 façam parte dos projetos político-pedagógicos das escolas. São eles: Consciência Política e Histórica da Diversidade; Fortalecimento de Identidades e Direitos e Ações Educativas de Combate ao Racismo e a Discriminações.