sexta-feira, 16/05/2014
Pais e Alunos

Projeto “Escola de Pais” leva família para a sala de aula e transforma a vida dos filhos

Professoras idealizaram a iniciativa que oferece palestras com foco no relacionamento familiar

A feirante Eliana da Silva Santos é uma figura constante na E.E. Euclides Bueno Miragaia, em São José dos Campos, município da região do Vale do Paraíba. Mãe de Flávia Ellen da Silva Lima, aluna dos anos finais do Ensino Fundamental, ela não falta aos eventos da escola, reuniões e procura ajudar a filha nos deveres de casa.

O interesse pela rotina escolar de Flávia foi aprendido na sala de aula. Eliana é uma das mães que todos os meses frequentam a “Escola de Pais”, projeto idealizado pelas professoras mediadoras Elizabeth Pereira da Silva e Ellen Aparecida da Silva.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Os encontros são promovidos desde 2011 pela escola e contam com palestras e dinâmicas de grupos ministradas por psicólogos, terapeutas, assistentes sociais e outros especialistas. Os temas das reuniões são voltados ao relacionamento familiar e a importância dos pais serem participativos.

“Só abordamos a questão da vida da criança e sua relação com a família. Não falamos de nota ou de boletim. Essas questões são trabalhadas em outro momento”, explica Elizabeth.

A motivação para iniciar a “Escola de Pais” foi a ausência da família na escola e os efeitos que essa realidade causava. Os primeiros encontros contaram com a presença de menos de 10 pais. A média vem crescendo. Nas últimas reuniões, cerca de 50 familiares compareceram. “Acreditamos que a parceria do pai com a escola melhora o rendimento do aluno e diminui o número de ocorrências”, diz Ellen.

Flávia é um desses exemplos de transformação. Antes da sua mãe participar dos encontros, a aluna não tinha motivação para estudar. “Hoje minha mãe está no meu pé e me incentiva. Sempre quando chego em casa ela quer saber se tem alguma pesquisa para fazer, quando será a próxima reunião, ela conversa comigo. Estamos mais próximas”.

Professores mediadores

Os professores mediadores são responsáveis pelo combate aos conflitos nas escolas e aproximação da comunidade. Nos últimos três anos, a presença destes educadores mais do que dobrou nas escolas estaduais. Atualmente, são 2.886 docentes atuantes e, no início do projeto, em 2010, eram 1.156 (crescimento de 149%). Um levantamento feito pela Educação mostrou que a atuação destes educadores é aprovada por mais de 90% das unidades de ensino por interferirem de foram positiva na rotina escolar.