terça-feira, 16/10/2012
Imprensa

Quatro alunos da rede estadual na região de Sorocaba participam das Paralimpíadas Escolares Brasileiras

A competição, que tem início nesta terça-feira em São Paulo, terá a participação de 1.200 atletas de todo o país Os estudantes disputam as modalidades tênis em cadeira de rodas, voleibol sentado, atletismo, futebol para cegos, futebol para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, natação e tênis de mesa   A rede estadual de ensino de […]

A competição, que tem início nesta terça-feira em São Paulo, terá a participação de 1.200 atletas de todo o país

Os estudantes disputam as modalidades tênis em cadeira de rodas, voleibol sentado, atletismo, futebol para cegos, futebol para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, natação e tênis de mesa

 

A rede estadual de ensino de São Paulo será representada por 73 alunos de 66 escolas que disputarão dez modalidades esportivas nas Paralimpíadas Escolares Brasileiras, que começam hoje em São Paulo. O evento, que vai até sexta-feira (19/10), é o maior do gênero na América Latina e será realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Cerca de 1.000 atletas de 24 Estados e do Distrito Federal, competirão nas modalidades tênis em cadeira de rodas, voleibol sentado, atletismo, futebol para cegos, futebol para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, natação e tênis de mesa.

Entre os competidores, quatro são alunos da rede estadual na região de Sorocaba. Giovani Henrique Lira, 17 anos, aluno da Escola Estadual Professora Wanda Costa Daher, localizada em Sorocaba, compete no futebol para paralisados cerebrais. Em Itu, Geovani Ramiro Tiago, 14, estudante da Escola Estadual Professor Salathiel Vaz de Toleto, busca medalha na natação. A região ainda será representada por dois alunos da cidade de Itapetininga. Rafael Eduardo Figueiroa, 18 anos, estudante da Escola Estadual Fernando Prestes, disputa goalball e Jessica Gabrieli Soares, 13, aluna da Escola Estadual Professora Maria de Lourdes Barreiros, concorre no atletismo.

As Paralimpíadas Escolares são voltadas aos alunos com deficiências física, intelectual e visual, na faixa etária de 12 a 19 anos, que estejam regularmente matriculados no Ensino Fundamental e Médio de escolas públicas e particulares de todo o país.

Na edição anterior, no ano passado, o Estado de São Paulo foi o grande vencedor, com 61 pontos e 160 medalhas, sendo 96 de ouro, 43 de prata e 21 de bronze.

“Este é um momento de socialização, de ampliar a visão do esporte destes alunos. Os três dias de jogos irão estimular o convívio social dos estudantes com deficiência, possibilitando um acréscimo na de cultura e mostrando que o esporte vai muito além do que se imagina”, afirma Marcelo Ortega Amorim, da equipe técnica de educação física da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e auxiliar da chefia da Delegação do Estado de São Paulo nas Paralimpíadas Escolares Brasileiras.