quarta-feira, 28/08/2019
EducaSP

Quatro coisas que estudantes aprendem ao participar do Educa SP

Vantagens de participar do programa são imensas e ajuda o jovem a se conectar com a universidade

Destinado a estudantes que querem sentir o gostinho de vivenciar uma universidade antes de prestar vestibular e iniciar a vida acadêmica, o Educa SP está com inscrições abertas para a primeira parte do programa, que acontece na USP.

Faça sua inscrição aqui

E por que participar do Educa SP? Abaixo elencamos algumas coisas que todo jovem experimenta ao participar de um dos seis cursos de vivência….

As opções nas universidades são diversas…assim como as carreiras a seguir

Toda universidade tem uma ampla gama de cursos, mas a escolha deles não significa que o jovem seguirá uma única carreira. Cada área tem diversas possibilidades de atuação, seja no mercado público ou privado, e muitos cursos funcionam como uma formação introdutória para que a base prática seja fornecida pela empresa. “É o caso do o curso “Quero Engenhar”, que fala sobre os diversos tipos de engenharias que temos na universidade e suas mais amplas atuações. Engenheiros podem trabalhar em bancos ou no mercado financeiro”, comenta explica Herbert Alexandre João, educador da USP, instituição que aderiu ao Programa este ano.

A principal mudança da escola pra universidade é a liberdade

Se na escola o jovem tem horários a seguir, tarefas de casa a cumprir e o constante acompanhamento dos pais, na universidade o cenário muda um pouco. É de responsabilidade do jovem gerir o tempo, organizar os conteúdos a serem estudados e muitas vezes fazer a própria grade, já que universidades como a USP dão essa opção. “Com isso, o jovem tem autonomia e é protagonista do próprio aprendizado, além de poder selecionar matérias que casam mais com o que ele pretende fazer depois da graduação”, pontua Herbert.

Mas liberdade também significa responsabilidade!

A autonomia na universidade vem acompanhada de uma grande responsabilidade. E talvez essa seja a principal mudança do Ensino Médio para a Graduação: o jovem agora será o responsável pelos seus atos, notas e progresso acadêmico, e precisará desenvolver um grande senso de cuidado de si mesmo para conseguir passar de ano e não atrasar a graduação.

“O século XXI exige que o cidadão tenha diversas capacidades, como interpretar informações, ter resiliência, saber trabalhar em grupo, gerir suas emoções e se comunicar bem”, explica Haroldo Rocha, secretário executivo da educação.

Fazer amigos será muito divertido!

Uma das coisas que o EducaSP mostra é que a parceria com os jovens na universidade será fundamental para o progresso acadêmico. É nessa fase da vida que grandes amigos e parceiros de estudos surgem, aprimorando as habilidades sociais dos estudantes. Além das matérias, essa habilidade é importante porque colabora para a formação completa do indivíduo e dá mais motivação no dia-a-dia.

A inscrição no EducaSP pode ser feita até às 12h da sexta, dia 30.