sexta-feira, 21/02/2014
Pais e Alunos

Região de Bauru recebe 46 novos ônibus escolares da Educação nesta sexta-feira (21)

Secretaria da Educação anuncia investimento de R$ 7,4 milhões destinados a 23 municípios

Municípios da região de Bauru recebem nesta sexta-feira (21) 46 novos ônibus escolares, com investimento de R$ 7,4 milhões da Secretaria da Educação. A capacidade total dos ônibus é para o transporte de 1.162 alunos em 23 municípios.

“As parcerias com os municípios reafirmam nosso compromisso de levar educação de ainda mais qualidade ao interior paulista. Os veículos são de extrema importância para a rotina escolar”, afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A oferta dos ônibus escolares está integrada aos programas da Secretaria para fortalecer o ensino na região de Bauru. “Transporte escolar é fundamental para que as aulas transcorram com tranquilidade, os pais se sentem confiantes e nós propiciamos com isso um transporte com tudo que é necessário”, destaca a dirigente de ensino de Bauru, Gina Sanchez.

Outra iniciativa da Educação em Bauru é o novo modelo de escola de tempo integral que neste ano letivo está em 4 unidades de ensino da região, com mais de 900 estudantes matriculados. Em todo Estado, está em expansão esta modalidade de ensino que oferece jornada de nove horas em média, com a oferta de disciplinas eletivas, estrutura com laboratórios e professores com dedicação exclusiva e gratificação salarial de 75% sobre o salário-base. O número de instituições quase triplicou entre 2013 e 2014, passando de 69 para as atuais 182.    

Novas escolas de tempo integral

A meta da Secretaria é chegar em 2015 com 300 escolas com o novo modelo de Tempo Integral. Para isso, as 91 Diretorias de Ensino do Estado já começaram a cadastrar as unidades escolares que desejam participar do novo modelo.  A inscrição deve ser feita por meio do GDAE, o sistema online para a organização da rede estadual de ensino.

Depois do parecer favorável, a segunda fase do processo é a adesão do Conselho de Escola, em que a comunidade, professores, alunos e funcionários são consultados. Estas duas etapas são fundamentais para a integração da escola ao programa.