segunda-feira, 26/03/2018
Ensino Fundamental

#SalaDeLeitura: espaço pensado para que o professor estimule a leitura entre alunos

Mias de 3 mil espaços garantem oficinas de contação de histórias, clubes de leitura, entre outras atividades

Se você gosta de aventuras, mas não pode ir muito longe de casa, a melhor maneira de viver novas experiências é lendo um bom livro. A leitura estimula a criatividade e a imaginação. Além disso, é uma das melhores ferramentas para aprimorar a comunicação, o vocabulário e provocar debates. Nas escolas da rede estadual paulista, os estudantes têm à disposição as salas de aula e bibliotecas. Os professores, por sua vez, fazem uso de um espaço especial para desenvolver projetos que motivem seus alunos a ler mais.

 

Em São Paulo, a Sala de Leitura é um ambiente pedagógico e multidisciplinar que costuma receber iniciativas de diversos docentes das unidades e oficinas de contação de histórias, clubes de leitura, teatros e jogos lúdicos. O espaço também é equipado com livros, jornais, revistas e conteúdo audiovisual, como DVDs e CDs.

 

Para a professora Tania Tedeschi, da E.E. Professora Dinah Lucia Balestrero, “quem lê mais, escreve muito melhor. Tem mais criatividade, e isso é muito importante!”, explica. O aluno da mesma unidade escolar, Caio Alvaredo Lima dos Santos, acredita que “a leitura traz cultura e conhecimento, ela diversifica o nosso saber em relação às demais culturas”, completa o estudante.

 

Mais de 3 mil escolas estaduais já possuem Sala de Leitura. Mas esse número só tende a crescer. Todas as escolas já são inauguradas com esse espaço pedagógico que passou a fazer parte do projeto arquitetônico padrão para construção de novas unidades.