quinta-feira, 24/02/2005
Últimas Notícias

São Paulo mantém liderança no Consed

Em eleição realizada no Rio de Janeiro, neste dia 23 de fevereiro, com a presença de 24 secretários de Educação de todo o País, o representante do Estado de São Paulo, professor Gabriel Chalita, foi reeleito por ampla margem de votos presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Como primeiro vice-presidente, foi escolhido […]

Em eleição realizada no Rio de Janeiro, neste dia 23 de fevereiro, com a presença de 24 secretários de Educação de todo o País, o representante do Estado de São Paulo, professor Gabriel Chalita, foi reeleito por ampla margem de votos presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Como primeiro vice-presidente, foi escolhido o secretário da Educação de Pernambuco, Mozart Neves Ramos.

As principais propostas da mesa diretora para a nova gestão (2005-2006) baseiam-se na defesa da aprovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para viabilizar a melhoria da escola pública em todos os Estados da federação.

Também foram escolhidos os quatro vice-presidentes, cada um representando uma região do País. Uma nova reunião extraordinária deve ocorrer em Brasília, no início de março, para debate de questões que devem ser encaminhadas ao Ministério da Educação, e a primeira reunião ordinária será realizada no Amazonas, em abril.

Amigos da Escola – Antes da realização da eleição, o Consed assinou um protocolo de intenções com as Organizações Globo e o Instituto Faça Parte para que todas as escolas estaduais do País se integrem ao projeto Amigos da Escola. Participaram da assinatura José Roberto Marinho, Milu Vilela e Gabriel Chalita.

O Projeto Amigos da Escola, coordenado pela Globo, foi iniciado em 2000 e tem como objetivos contribuir com a educação pública fundamental, por meio da mobilização da sociedade para o exercício da responsabilidade social e fortalecer a formação e a organização de ações voluntárias para colaborar com a educação pública, interagindo com diretores, professores e funcionários das escolas.

Segundo José Roberto Marinho, a atuação da Globo será de divulgação. “A comunicação é que multiplica e dissemina as boas práticas”, explicou. O primeiro efeito prático deste protocolo será uma pesquisa envolvendo alunos, professores e diretores do todo o País para que digam o que esperam do projeto para que ações possam ser desenvolvidas.

A parceria será capitaneada pelo Instituto Faça Parte, que atua nos 27 estados da federação. A psicóloga e presidente do Faça Parte, Milu Vilela, acredita na “Educação como rede de idéias e que o papel do projeto Amigos da Escola é o de oferecer ferramentas para a construção de valores”.

Chalita sintetizou o projeto pelo conceito do “pertencimento”. “A comunidade precisa saber que a escola pertence a ela. E que não basta à escola passar informações; tem que formar gente”, concluiu o presidente do Consed.

O projeto Amigos da Escola, de agora em diante integrado também às escolas estaduais de todo o País, pretende estimular o voluntariado nas escolas estaduais.

Mais informações sobre voluntariado podem ser obtidas pelo site www.facaparte.com.br