sexta-feira, 23/11/2018
Ensino Fundamental

Saresp: Fique por dentro do exame que avalia o desempenho das escolas

Nos dias 27 e 28 de novembro, alunos da rede estadual de ensino vão realizar provas de Língua Portuguesa e Matemática

Nos próximos dias 27 e 28 de novembro mais de um milhão de alunos da rede estadual de ensino vão realizar a prova do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp). A prova será aplicada para estudantes dos 3º, 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio.

Embora não sejam atribuídas e divulgadas notas individuais dos estudantes, a iniciativa tem como objetivo auxiliar a Secretaria da Educação a monitorar os avanços, planejar os programas de formação continuada e estabelecer metas para rede.

“A participação de todos os alunos é fundamental, pois a partir do seu desempenho, podemos obter dados consistentes, permitindo assim conhecer melhor a realidade de cada escola”, afirma Patricia Monteiro, do Departamento de Avaliação Educacional da CIMA (Coordenadoria de Informação, Monitoramento e Avaliação Educacional).

Nas provas, serão avaliadas habilidades e competências de Língua Portuguesa e Matemática de acordo com o conteúdo de cada ano e série. Além dos alunos da rede, a prova também poderá ser aplicada para os estudantes matriculados no SESI, redes municipais e particulares conveniadas.

Provas

Na terça-feira (27), serão aplicadas as avaliações de Língua Portuguesa para os 3º e 5º anos do Fundamental Anos Iniciais e de Matemática para os do 7º e 9º do Fundamental Anos Finais e 3º série do Médio.

Já no segundo dia, quarta-feira (28), os alunos dos Anos Iniciais responderão as questões de Matemática e os demais de Língua Portuguesa.

Para estudantes do 3º ano, a prova de Língua Portuguesa tem 8 itens de respostas construídas e 5 de múltipla escolha. Em Matemática, o caderno é dividido em 13 itens de respostas construída e 5 de múltipla de escolha.

Os matriculados dos 5º, 7º e 9º anos do Fundamental e 3ª série do Médio respondem a 24 itens de múltipla escolha de Língua Portuguesa e outros 24 de Matemática.

Na capital paulista, a E.E. República da Bolívia possui salas do Ensino Fundamental Anos Iniciais. Segundo o diretor, José Manzato Filho, a unidade está empenhada em aumentar a última nota do Saresp, que foi de 6,84.

“Queremos bater a meta e aumentar 10% do número atual. Acredito que a nossa escola está preparada e estou tranquilo com o trabalho que foi realizado com os alunos durante o ano”, ressalta.

Aplicação

Vale ressaltar que os dias em que as provas do Saresp serão aplicadas são considerados dias letivos normais. Os alunos realizarão os exames no início das aulas de acordo com seu turno (manhã, tarde ou noite).

Os estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental terão 3 horas e meia para resolver as questões. Enquanto isso, a duração para os demais anos e séries é de 2 horas.

As provas do 3º ano do Ensino Fundamental são aplicadas pelos professores da própria unidade, mas que lecionam em turmas diferentes.

Nas outras etapas são recrutados docentes de outras escolas da rede estadual. Todos recebem o material lacrado, além de assinar um termo de compromisso e sigilo, preservando a integridade do sistema.

Sara Gouveia Luiz, aluna da rede do Ensino Fundamental, fala do friozinho na barriga na hora de começar a avaliação. “Fiquei um pouco nervosa no meu último Saresp, mas como tinha estudado fiz a prova bem tranquila e ainda sobrou tempo de revisar”, conta.

Seu colega, Gustavo Henrique Kamimura Lopes, também falou sobre avaliação. “A prova de Matemática foi mais fácil para mim, porque me dou melhor com números. Mas também não tive dificuldades para fazer a de Português”.

Acessibilidade

Estudantes com deficiência podem solicitar uma hora a mais e também têm direito a cadernos de provas acessíveis. O atendimento a esses alunos no dia do exame é realizado, preferencialmente, como ocorre durante as aulas.

“Quando necessário, são criados suportes como prova ampliada, em Braile, e a presença de pessoa autorizada para o fornecimento de apoio específico aos alunos, tal como indicados no Cadastro da Secretaria da Educação”, explica Patrícia.

Saresp 2017

O anúncio das notas do Saresp acontece antes do início do ano letivo para que as diretorias regionais possam avaliar seus resultados. Em 2017, a disciplina de Matemática avançou em todos os ciclos de aprendizagem.

O maior destaque foi para o ciclo 2 do Fundamental (9º ano), que obteve o maior crescimento, saltando de 251,0 em 2016 para 256,7 em 2017 – 5,7 pontos a mais.

Em Língua Portuguesa, a rede estadual de educação também melhorou. O Ensino Médio, por exemplo, conquistou o melhor resultado da história na disciplina, passando de 273,0 em 2016 para 274,5 em 2017.

O Saresp, ao lado das taxas de aprovação, reprovação e abandono da rede, constitui os números do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo). A partir dele, as equipes da Secretaria da Educação conseguem pensar em estratégias de melhorias para o ensino de toda rede estadual.