quinta-feira, 19/09/2002
Últimas Notícias

Secretaria da Educação lança o programa “Inclusão Digital do Professor”

Iniciativa irá capacitar os docentes a utilizar os recursos da informática no dia-a-dia de trabalho e subsidiar a compra de computadores aos 100 mil professores efetivos da rede. Com o objetivo de incentivar e capacitar os educadores a utilizar a informática como ferramenta pedagógica, bem como dar a eles subsídios para que possam adquirir um […]

Iniciativa irá capacitar os docentes a utilizar os recursos da informática no dia-a-dia de trabalho e subsidiar a compra de computadores aos 100 mil professores efetivos da rede.

Com o objetivo de incentivar e capacitar os educadores a utilizar a informática como ferramenta pedagógica, bem como dar a eles subsídios para que possam adquirir um computador, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo lança o projeto “Inclusão Digital do Professor”. Integrante ao Programa de Educação Continuada – Informática (PEC – Informática), este projeto oferece uma ampla capacitação aos professores por meio de cursos presenciais e on-line. Para atender os professores que ainda não possuem computador, mas desejam participar dos cursos de capacitação e utilizar a informática no dia-a-dia de trabalho, a Secretaria da Educação irá subsidiar a compra destes equipamentos aos 100 mil educadores efetivos da rede. Este subsídio, que é de R$900,00, corresponde a cerca de 50% do valor de um computador formatado com as configurações determinadas no projeto.

As inscrições para o projeto “Inclusão Digital do Professor” devem ser feitas entre os dias 18 de setembro a 04 de outubro de 2002 exclusivamente por meio do site da Secretaria da Educação (www.educacao.sp.gov.br). O acesso às telas de inscrição só é realizado mediante digitação do registro funcional do professor.

Cursos presenciais e on-line de capacitação em informática

Os professores que pretendem apenas fazer os cursos de capacitação devem escolher a opção “Capacitação para professor que já possui computador” na tela inicial das inscrições ao projeto. Após ler um descritivo sobre os cursos presenciais e on-line oferecidos, os professores confirmar ou atualizar alguns dados cadastrais, selecionar quais cursos pretendem fazer e imprimir o comprovante de inscrição.

Os cursos presenciais abrangem quatro módulos: Informática Básica; Uso de Softwares Educacionais no Ensino Fundamental; Uso de Softwares Educacionais no Ensino Médio e Internet Aplicada à Educação. São ministrados tanto nos NRTE como nas escolas-pólo, têm no mínimo 30 horas de duração cada e são certificados pela Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas (CENP).

Já os cursos on-line, oferecidos aos professores que já possuem noções de informática, respeitam o ritmo e a disponibilidade de tempo dos alunos professores. Estão divididos em seis unidades: Entendendo o Ambiente de Trabalho; Utilizando a Internet; Produzindo e Editorando Textos; Produzindo Apresentações; Produzindo e Manipulando Dados Numéricos e Produzindo e Manipulando Base de Dados.

PC do professor

Os professores que não possuem computadores, e desejam adquirir este equipamento para participar dos cursos de capacitação previstos no projeto “Inclusão Digital do Professor”, devem selecionar a opção “Capacitação e aquisição de um computador” na tela inicial das inscrições ao projeto.

Durante a inscrição, o professor deve: atualizar ou confirmar seus dados cadastrais; selecionar quais cursos pretende fazer; indicar a agência do Banco Nossa Caixa S/A em que possui conta bancária ou, caso não possua, indicar em qual agência deste banco pretende ser atendido; concordar com o Termo de Compromisso com a Secretaria; e, por último, imprimir o protocolo que comprova e confirma sua inscrição no projeto.

Efetivada a inscrição, o interessado deverá aguardar convocação da agência do Banco Nossa Caixa S/A indicada no ato da inscrição. O atendimento será gradativo, a partir de 23 de setembro de 2002, respeitada a ordem de inscrição. Todos os inscritos serão atendidos no prazo máximo de 120 dias, contados a partir do término do período de inscrição. A convocação será publicada no site da Secretaria da Educação (www.educacao.sp.gov.br).

Enquanto aguarda convocação, o professor deverá pesquisar – em um fornecedor de livre escolha – um computador que contenha a configuração mínima apresentada na inscrição e solicitar uma proposta de venda do equipamento. Ao ser convocado pela agência do Banco Nossa Caixa S/A, o professor deverá apresentar seu protocolo de inscrição, documentos pessoais, comprovante de residência, o último hollerith e a proposta de venda do equipamento escolhido.

O Banco Nossa Caixa S/A fará a análise da documentação entregue e apresentará as condições de financiamento, que poderão ser em até 24 parcelas, debitadas na folha de pagamento do professor. Vale destacar que o cálculo dos valores a serem financiados excluirá a parcela fixa de R$900,00 paga pela Secretaria de Estado da Educação como parte do projeto de capacitação em que se inscreveu o interessado. O grau de comprometimento dos débitos em folha de pagamento não poderá ultrapassar 40% dos vencimentos.

Aprovado o financiamento, o professor receberá uma Carta de Crédito do Banco Nossa Caixa S/A em nome do fornecedor. O professor deverá entregar tal documento ao fornecedor, que emitirá uma Nota Fiscal em seu nome. Esta Nota Fiscal será entregue pelo professor à agência bancária, que formalizará o contrato de financiamento e emitirá um cheque administrativo nominal ao fornecedor. O professor deve então entregar o cheque ao estabelecimento comercial para finalizar a aquisição do computador.