quinta-feira, 17/02/2022
Notícia

Secretária Executiva da Educação visita escolas em Pedregulho e anuncia recursos para o município

Renilda Peres passou o dia em sua cidade natal onde anunciou a construção de creche e climatização para escolas estaduais

A Secretária Executiva da Educação do Estado de São Paulo, Renilda Peres, cumpriu agenda de trabalho nesta terça-feira (15), em sua cidade natal, Pedregulho, região de Franca. O intuito foi anunciar recursos para que escolas da rede estadual sejam climatizadas e para construção de creche. Durante a programação, ela também visitou unidades municipais e estaduais.

“A Prefeitura de Pedregulho é parceira do Governo do Estado. O prefeito Dirceu Polo e sua equipe têm a educação como prioridade e investem para que as crianças recebam acolhimento e ensino de qualidade. Pedregulho é uma das pioneiras na informatização de toda a sua rede municipal de ensino. As escolas possuem lousa digital, retroprojetores com sensores, notebooks e roteadores”, comentou.

A Secretária, acompanhada pela Dirigente Ensino de Franca Silma Rodrigues de Oliveira, foi recebida pela Secretária Municipal de Educação, Izabel Carolina Ferreira, além da pedagoga Sueli Viana e o Secretário de Esportes, Luis Brocaneli.

No roteiro, ela conheceu os as EMEBs Padre Cesar Gardini e Santa Cruz, e as creches Alaíde Cristina Ulson Quercia, Alfredo Almeida e Professora Leide Emília Comodaro de Oliveira. Nesta última, Renilda Peres relembrou emocionada que ajudou a unidade quando atuou no FNDE.

“Esta unidade é uma das 8.780 deste porte que liberei quando diretora do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Estas unidades priorizam o aproveitamento do terreno, uso da luz natural e estrutura para todo conforto dos alunos e das equipes pedagógicas e administrativa”, afirmou

Mais investimentos
Renilda Peres também visitou a área em que será construída uma Creche Escola para atender os bairros Santa Terezinha e Esmeralda. A obra será viabilizada com recurso do Plano de Ações Integradas do Estado de São Paulo (PAINSP) para atender cerca de 600 famílias desta região.

“É muito bom a gente poder contribuir com a primeira infância. Esta é uma das primícias básicas deste governo e nós vamos investir cerca de R$ 4 milhões na construção desta creche e ainda liberar recurso para equipar e mobiliar esta unidade. Com certeza, em breve, teremos mais uma creche para atender estas comunidades. É este nosso objetivo: investir na primeira infância, que é muito importante para a melhoria de qualquer sociedade”, definiu Renilda Peres.

Homenagem
O prefeito Dirceu Polo, junto ao seu Secretariado, preparou uma homenagem na Casa da Cultura de Pedregulho. Reunindo os diretores e vice-diretores da rede municipal agradeceu a visita da Secretária Executiva e comentou sobre os cidadãos ilustres do município.

“Nasci na zona rural daqui. Meu pai trabalhava na lavoura de café. Era analfabeto, mas acreditava que a educação iria mudar a minha vida e a dos meus irmãos. Sou a caçula e quando ele teve oportunidade de conquistar um pedaço de chão, fomos para o Mato Grosso. Lá estudei, me formei e lutei pela educação, por políticas públicas e queria fazer algo a mais para mudar a situação dos educadores e principalmente dos estudantes. Hoje, vejo com emoção que consegui implantar no Brasil 8.780 creches e quero fazer muito mais”, contou.

Climatização
Para fechar a agenda, Renilda Peres fez um anúncio importante para três escolas da rede estadual de ensino, da cidade, que é conhecida pelo clima quente. As Escolas Estaduais Artur Belém Filho, Professora Maria Aparecida Sales Manreza e José Vicente Machado Netto receberam autorização para elaborarem o projeto para serem climatizadas com recursos do PAINSP.

“Este investimento é possível por intermédio do PAINSP. Os diretores devem contratar engenheiro elétrico, para realizar o projeto e levar para a Prefeitura de Pedregulho. O prefeito Dirceu Polo é muito parceiro e sabe da necessidade de investir na educação. O município executa o projeto e depois liberamos novo recurso para a compra dos aparelhos de ar-condicionado. Em 2023 quero ver estas escolas climatizadas”, argumentou a Secretária Executiva.

Durante estas visitas, Renilda Peres foi recebida por alunos acolhedores, conheceu as unidades e ainda viu de perto a aplicação do dinheiro do PDDE pelos diretores em suas escolas.