sexta-feira, 27/04/2012
Educação Indígena

Secretário da Educação visita escola indígena em Miracatu

Atualmente, a região possui 109 alunos e 24 funcionários índios de origens guarani e tupi-guarani O Secretário da Educação Herman Voorwald participou na última quinta-feira (26) do 3º Encontro Regional “Contos e Recontos” da Educação Escolar Indígena, em Miracatu. Na ocasião, cinco escolas estaduais indígenas da região apresentaram músicas e danças típicas em um encontro […]

Atualmente, a região possui 109 alunos e 24 funcionários índios de origens guarani e tupi-guarani

O Secretário da Educação Herman Voorwald participou na última quinta-feira (26) do 3º Encontro Regional “Contos e Recontos” da Educação Escolar Indígena, em Miracatu. Na ocasião, cinco escolas estaduais indígenas da região apresentaram músicas e danças típicas em um encontro que durou aproximadamente duas horas.

“É importante que a secretaria tenha um olhar especial para cultura indígena. Temos que entender a importância de políticas públicas que ajudem a preservar essa cultura, que é muito rica, para que assim ela não se perca”, declara o secretário da educação Herman Voorwald.

A região engloba 109 alunos em escolas indígenas e 24 funcionários índios, de origem guarani e tupi-guarani. Para atender a demanda, existem oito escolas estaduais indígenas localizadas ao redor das aldeias. Para a dirigente de ensino de Miracatu, Ademilda Pereira Moreira Suyama, o encontro foi muito importante para os índios da região.

“A presença de um secretário de estado e toda sua equipe nos traz a esperança de que podemos melhorar ainda mais. Temos trabalhado questões relacionadas à autoestima, para que os índios se sintam como qualquer cidadão com deveres e direitos garantidos e um encontro como este só vem para somar”, afirma a dirigente.

Segundo o secretário, iniciativas como formação de professores e produção de material didático estão sendo discutidas pela Secretaria da Educação, com o intuito de fortalecer ainda mais a Educação Indígena no Estado de São Paulo.