quinta-feira, 13/01/2022
Notícia

Secretário Estadual da Educação se reúne com representantes de escolas particulares da região do ABC para discutir o ano letivo de 2022

Implementação do Novo Ensino Médio, Inova Educação, Centro de Mídias SP foram os principais temas apresentados

Nesta terça-feira (11), o Secretário Estadual da Educação Rossieli Soares promoveu um encontro com diretores e mantenedores da rede particular de educação da região do ABC, na sede da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP). Na reunião estavam também presentes os Dirigentes de Ensino de Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá e Diadema.

O evento teve como principal objetivo estreitar os laços da rede estadual de ensino com a rede privada. O Secretário ressaltou a importância de aproximar todas as frentes da Educação. “Muito mais que uma relação de supervisão, temos que ver que a educação tem que ser para o estado de São Paulo. Não adianta a privada ir para um caminho e a pública ir para outro”.

Durante sua apresentação, Rossieli Soares destacou o impacto que a pandemia trouxe para Educação e o que se espera no ano letivo de 2022 para que os estudantes consigam recuperar o aprendizado, e enfatizou o quanto é fundamental que as escolas continuem abertas. “Não faz sentido não ter escola aberta, eu particularmente acho que precisamos estar ainda mais unidos”, declarou.

Foram apresentados, também, projetos pioneiros da rede estadual como o Centro de Mídias SP, no qual os alunos da rede particular podem ter acesso a algumas funcionalidades da plataforma; o Inova Educação, programa criado em 2019 para oferecer novas oportunidades para estudantes e que será implantado nos anos iniciais (1º ao 5º ano) do ensino fundamental das escolas públicas estaduais a partir de 2022.

Um dos assuntos mais discutidos durante o encontro foi a implementação do Novo Ensino Médio, o Secretário apresentou e explicou o quanto o novo currículo é importante para o avanço da educação, a forma que está sendo implementado e tirou algumas dúvidas referentes aos itinerários formativos e da carga horária. “O aluno vai ter mais autonomia e liberdade, que é um dos nossos grandes pontos de processo e aprendizagem, tornar mais flexível é fundamental, não dá para tratar nossos estudantes como se fossem todos iguais”, ressaltou Rossieli.

Os Dirigentes de Ensino do ABC relataram com entusiasmo este primeiro encontro. Edson Donizetti, Dirigente de Mauá, parabenizou a ação pioneira de trazer os diretores de escolas particulares para a sede da Secretaria Estadual da Educação e discutir temas importantes, buscando uma junção de todas as redes em prol de todos os estudantes.

Já a Dirigente de Santo André, Ariane Butrico, destacou que é a primeira vez que ela viu a possibilidade de discutir a educação como um todo acontecer “Estou emocionada, porque é a primeira vez, em mais de trinta anos que estou na rede, que eu vejo o Secretário fazer essa união da educação, independente se é privada ou pública”

A Dirigente de São Bernardo do Campo, Vanderlete Correra, comentou da aceitação que o evento teve entre os diretores convidados e o quanto eles ficaram felizes por estar na secretaria falando sobre a educação e apoiando a causa de não fechar as escolas.

Já Liane Byer, Dirigente de Diadema, pontuou que apesar de serem instituições diferentes, ambas redes têm muito a aprender uma com a outra. “Todas trabalham com a educação, então temos um dever a cumprir com a sociedade, se falou bastante sobre recuperação de aprendizagem, sobre os novos rumos do Ensino Médio, questão de formação de professores. Isso abrange todas as escolas de qualquer rede, portanto essa aproximação é vital para que a sociedade se beneficie de uma educação de melhor qualidade”, diz.