segunda-feira, 05/10/2009
Últimas Notícias

Secretários municipais passam por orientações técnica do Saresp nesta quarta-feira (7/10)

Paulo Renato recebe representantes das redes municipais para transmitir os métodos de aplicação do exame estadual que será aplicado entre os dias 10 e 12 de novembro a cerca de 2,5 milhões de estudantes Na próxima quarta-feira (7/10), o secretário de estado da Educação, Paulo Renato Souza, receberá na sede da Secretaria os representantes municipais […]

Paulo Renato recebe representantes das redes municipais para transmitir os métodos de aplicação do exame estadual que será aplicado entre os dias 10 e 12 de novembro a cerca de 2,5 milhões de estudantes

Na próxima quarta-feira (7/10), o secretário de estado da Educação, Paulo Renato Souza, receberá na sede da Secretaria os representantes municipais de educação de 534 cidades paulistas que aderiram ao Saresp para uma capacitação técnica do exame. Os 91 dirigentes de ensino também estarão presentes na reunião, que vai instruir os municípios como aplicar a avaliação estadual.

O objetivo é apresentar as características do Saresp que acontecerá entre os dias 10 e 12 de novembro.

Neste ano, a Secretaria vai arcar com todos os custos da aplicação das provas para os estudantes da rede municipal. Segundo balanço realizado pela Pasta, cerca de 500 mil estudantes das redes municipais de ensino do Estado de São Paulo deverão participar da avaliação, além dos dois milhões de estudantes da rede estadual.

A avaliação é aplicada aos alunos da 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries do Ensino Fundamental, em escolas com ciclo de oito anos, e estudantes do 3º ano do Ensino Médio. Para as unidades que já implantaram o regime de nove anos no Ensino Fundamental, o exame é destinado aos matriculados nos 3º, 5º, 7º e 9º anos. As disciplinas avaliadas são língua portuguesa, matemática e ciências humanas, além de redação. A aplicação das disciplinas acontecerá de acordo com a série.

O resultado da avaliação tem implicação direta no Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo), utilizado para calcular o bônus pago aos professores da rede.