sexta-feira, 28/08/2015
Professores e Funcionários

Segunda etapa da avaliação pelo mérito será aplicada no domingo (30)

Saiba quem participa e confira orientações para o dia do exame

No próximo domingo (30) será realizada a segunda parte da prova do programa de Valorização pelo Mérito, que garante aos aprovados 10,5% de reajuste salarial. A avaliação é destinada aos diretores, supervisores e professores da rede estadual.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

No dia 30, o exame é dedicado ao professor de Educação Básica II, ou seja, que leciona para os anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, nas disciplinas de Língua Portuguesa, Inglês, Alemão, Espanhol, Francês, Italiano, Japonês, Arte, Educação Física, Matemática, Ciências Físicas e Biológicas, Biologia, Física, Química, História, Geografia, Filosofia, Sociologia e Psicologia.

Os candidatos devem se apresentar até às 13h. A avaliação é composta por 60 questões de múltipla escolha, sobre formação específica por campo de atuação e uma dissertativa voltada ao conteúdo pedagógico.

– Consulte a blibliografia de referência de estudos para a prova

– Consulte a bibliografia para os candidatos de Psicologia

O edital de convocação para a avaliação foi publicado no Diário Oficial do Estado, em 14 de agosto, e pode ser consultado na íntegra aqui. Os locais de prova estão disponíveis na página da Vunesp. Os exames serão realizados nos municípios-sede das 91 diretorias de ensino.

– Candidato: clique aqui para consultar o seu local de prova

Ampliação no número de faixas

Em 2015, a novidade do Programa de Valorização pelo Mérito é a ampliação do número de faixas de evolução do salário para os servidores paulistas. A partir de agora, poderão participar da prova os candidatos que estão na faixa 1 e visam evoluir para faixa 2. Também estão inseridos os que já estão na segunda faixa e pretendem chegar à faixa 3. Por fim, participam os já enquadrados na faixa 3 e que têm como meta alcançar a 4.

A participação é voluntária, exclusiva a titulares de cargo e para ocupantes de funções e atividades com atuação na rede há, no mínimo, três anos e que cumpram outros critérios como a assiduidade.

Para saber mais, acesse a intranet da Educação