quinta-feira, 09/09/2004
Últimas Notícias

Seminário de História mobiliza alunos de Pereira Barreto

Com criatividade, uma escola no interior aposta na disciplina de História, cria um Seminário e ensina de forma diferente. O seminário temático de História 2004 é um projeto pedagógico anual desenvolvido pela Escola Estadual Cel. Francisco Schmidt, em Pereira Barreto, região de Andradina. Durante todo o primeiro semestre deste ano, alunos das terceiras séries do […]

Com criatividade, uma escola no interior aposta na disciplina de História, cria um Seminário e ensina de forma diferente. O seminário temático de História 2004 é um projeto pedagógico anual desenvolvido pela Escola Estadual Cel. Francisco Schmidt, em Pereira Barreto, região de Andradina.

Durante todo o primeiro semestre deste ano, alunos das terceiras séries do Ensino Médio participaram do projeto coordenado pelo professor de História, Aparecido Lyra. “O mais importante é a releitura de relacionamento efetuado pelos alunos. A conscientização de que o outro é membro atuante de sua própria sociedade como agente que constrói e contribui para o avanço da sociedade, faz com que os alunos procurem uma maior integração social, respeitando o próximo e procurando colaborar para o desenvolvimento social de todos”, disse o professor.

O trabalho envolveu parceiros como o Clube Atlético Pereirabarretense, emissoras de rádio AM e FM da região, além de jornais locais. Este ano, o tema indicado foi “A Questão Racial e Étnica no Brasil e no Mundo”.

Os adolescentes foram motivados a buscar relações entre os tempos históricos e cronológicos, do período dos acontecimentos e o presente, numa inter-relação temporal. Por meio de pesquisas em livros, revistas, jornais, documentários, filmes, internet e entrevistas com a comunidade, os alunos aprofundaram o tema e os registros em vídeo posteriormente foram transformados em DVD.

O objetivo principal da prática pedagógica foi possibilitar aos alunos interagir com os fatos históricos, transformando-se em protagonistas da História, promovendo a análise e uma visão mais crítica dos fatos, além da compreensão dos diferentes momentos históricos.

As ações desenvolvidas foram desde a organização das turmas para o trabalho, preparação das apresentações, ensaios teatrais e musicais, interação com as novas tecnologias à disposição e contatos com pessoas da sociedade. Para avaliação, foram consideradas as participações dos alunos, a responsabilidade, coerência com a prática pedagógica e a apresentação dos seminários temáticos.

Vários relatos de pais foram colhidos mostrando que a prática pedagógica desenvolvida acrescentou maior comprometimento em relação à escola por parte dos alunos. A presença e a participação dos pais durante a realização do seminário temático se estendeu para outras atividades desenvolvidas pela escola. “É importante ressaltar que não existe por parte dos professores a preocupação da nota, mas dos resultados conseguidos com o trabalho em equipe”, completou Aparecido Lyra.

 Luciane Salles