terça-feira, 06/09/2016
Ensino Fundamental

Trabalho pretende resgatar história de escola e município do interior de SP

Atividade está acontecendo na E.E. Pontes Gestal

Para manter vivo o legado e a história da E.E. Coronel Pontes Gestal, situada no município de mesmo nome, alunos e professores da unidade de ensino estão participando do projeto “Reescrevendo Histórias”. Por meio de pesquisas com antigos professores, estudantes e demais funcionários da escola, além de entrevistas com moradores da região, a ideia da atividade é resgatar a história da escola estadual e do pequeno município de pouco mais de 2.500 habitantes.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Todo o material será consolidado num livro, que já está em produção. “No final de outubro faremos uma homenagem para todos aqueles que fizeram e fazem parte da história. Nesse dia também pretendemos lançar o livro”, conta João Paulo Pereira Costa, gerente de organização escolar da escola e um dos idealizadores do projeto.
“Esse levantamento também está sendo feito com informações disponibilizadas pelos familiares do Coronel Manoel Pontes Gestal”, revela João.

Escola primeiro, município depois

A atividade já trouxe frutos para aqueles que querem conhecer a história da escola estadual e do município. Por meio da pesquisa, constatou-se que a unidade de ensino nasceu primeiro que a própria cidade. “Nossa escola nasceu em 9 de fevereiro de 1932. Na época, nossa região era uma vila. Somente nos anos 60 é que se tornou Pontes Gestal”.

A pesquisa também revelou que a unidade de ensino já teve mais de três mil funcionários. “Também conseguimos resgatar o termo de abertura do primeiro livro de matrícula”, conclui o agente. Atualmente, o prédio conta com 180 alunos matriculados e 40 professores. 

*Atualizada em 08/09/2016 às 14h18