quinta-feira, 15/08/2013
Professores e Funcionários

Troca de experiências entre gestores paulistas e norte-americanos é tema de seminário

Evento, que faz parte do Prêmio Gestão Escolar, acontece até sexta-feira (16), em Serra Negra

Os educadores paulistas que realizaram, em suas escolas, projetos bem-sucedidos na área de gestão participam, até a próxima sexta-feira (16), do II Seminário Internacional Intercâmbio Brasil e Estados Unidos. O encontro, que faz parte do Prêmio Gestão Escolar, tem o objetivo de promover a troca de experiências entre gestores norte-americanos e brasileiros.

Cerca de 1,3 mil pessoas participam do evento, que acontece em Serra Negra, no interior paulista, desde a quarta-feira (14). O seminário contará com a presença de 11 diretores de escolas americanas, além de representantes da embaixada e do consulado dos Estados Unidos.

O secretário-adjunto da Educação, João Cardoso Palma Filho, participou da abertura do evento, na noite da quarta-feira (14). Já na manhã desta quinta-feira (15), o secretário Herman Voorwald deu início às atividades. A programação ainda conta com palestras dos gestores estrangeiros e de especialistas da área, como a doutora em Educação Heloísa Lück.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A diretora Magnolia Segura Dias também fará uma apresentação, na qual abordará a experiência vivida no intercâmbio que realizou nos Estados Unidos. A viagem foi parte do prêmio conquistado pela E.E. Lea Silva Moraes, localizada em Ilha Solteira, unidade que conquistou o título “Destaque Estadual” paulista no Prêmio Gestão Escolar 2012.

Na sexta-feira (16), o seminário encerra sua programação com o anúncio dos finalistas do Prêmio Gestão Escolar 2013.

Boas práticas

O objetivo do Prêmio Gestão Escolar, realizado pelo Conselho Nacional de Secretários da Educação (CONSED), é contribuir para a melhoria da educação brasileira, incentivando as escolas a refletirem sobre suas práticas, além de divulgar ações que alcançaram resultados positivos. As unidades participantes terão seus projetos avaliados com relação à gestão pedagógica, participativa, de pessoas e liderança e, por fim, a gestão de infraestrutura.

As escolas que tiverem seus projetos selecionados para a fase nacional serão premiadas com valores que variam de R$ 6 mil a R$ 30 mil. Além disso, os diretores das unidades representantes de cada Estado participarão de um intercâmbio para os Estados Unidos.