19/04/17

#DiadoÍndio: Currículo+ disponibiliza material sobre os povos indígenas

Categoria

São documentos, vídeos e infográficos com segredos da tradição indígena e outros temas variados

Em 19 de abril se comemora o Dia do Índio, mas você sabe o motivo? A data foi criada em 1943, pelo então presidente Getúlio Vargas. Para entendermos melhor, vamos voltar um pouco no tempo, diretamente para 1940. Foi nesse ano que se realizou, no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, com a participação de autoridades dos países da América. Líderes indígenas de todo o continente foram convidados, mas eles não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam com medo de que algo de grave acontecesse a eles, tendo em vista que, por séculos, as aldeias indígenas eram dizimadas pelos “homens brancos”. Assim que entenderam a importância daquele momento histórico, resolveram participar do evento e chegaram ao local no dia 19 de abril. Foi assim que escolheram a data para representar a importância da comunidade indígena em todo o continente americano.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Para você ficar por dentro do que acontece com os Índios em todo o Estado de São Paulo, a plataforma Currículo+ dedica uma parte do site para informações sobre o tema. A iniciativa oferece conteúdos digitais (vídeos, videoaulas, jogos, animações, simuladores e infográficos), articulados com o Currículo do Estado de São Paulo e disponibilizados por meio de um processo de curadoria, que é realizada por uma equipe composta por Professores Coordenadores de Núcleo Pedagógico – PCNPs de diversas Diretorias de Ensino da Rede, representantes de todos os níveis de ensino e disciplinas do Currículo.

Na parte dedicada aos povos indígenas, é possível conhecer os segredos que mantém a tradição indígena forte, por meio do vídeo da série “Educação Indígena”. Lá também se encontra um infográfico interativo com mapas, tabelas e gráficos sobre os povos indígenas no Brasil, durante o período de 1991 e 2010, que mostra o crescimento da população nas cidades do Brasil.

No Currículo+ também tem um vídeo em formato de animação baseado no poema I-Juca-Pirama, de Gonçalves Dias. A ferramenta possibilita a aproximação do aluno à literatura do século XIX, uma vez que mescla a declamação de um clássico com a tecnologia da animação, tão presente na vida dos adolescentes. Na disciplina de Sociologia, por exemplo, o mesmo pode ser usado para o conhecimento da cultura indígena e marginalização do índio em nossa sociedade. Além disso, está disponível um material do Instituto Sócio Ambiental com histórico atualizado de todas as aldeias indígenas no Brasil.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Aliquid fuga?