quarta-feira, 23/05/2012
Imprensa

Educação distribui 10 novos filmes pelo projeto O Cinema Vai à Escola

Serão contempladas 1.310 escolas na Região Metropolitana de São Paulo e capital A iniciativa integra o Programa Cultura é Currículo, da Fundação para o Desenvolvimento da Educação, e conta com investimento de R$ 745 mil da Secretaria da Educação do Estado Filmes como “A Culpa é do Fidel”, da cineasta francesa Julie Gavras, “Sombras de […]

Serão contempladas 1.310 escolas na Região Metropolitana de São Paulo e capital

A iniciativa integra o Programa Cultura é Currículo, da Fundação para o Desenvolvimento da Educação, e conta com investimento de R$ 745 mil da Secretaria da Educação do Estado


Filmes como “A Culpa é do Fidel”, da cineasta francesa Julie Gavras, “Sombras de Goya”, do tcheco Milos Forman, e os documentários “Lixo Extraordinário”, sobre o trabalho do artista plástico Vik Muniz no aterro de Duque de Caxias (RJ), e “Uma Noite em 67”, que retrata a época dos festivais de MPB, estão entre os 10 novos títulos que as 4,3 mil escolas de Ensino Médio da rede estadual paulista receberão até o início do segundo semestre. A iniciativa faz parte do projeto O Cinema Vai à Escola, que integra o programa Cultura é Currículo, da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), e conta com investimento de R$ 745 mil da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Na Região Metropolitana de São Paulo e capital, a ação beneficiará 1.310 escolas e 805,6 mil alunos.

No total, até o final deste mês, 43 mil DVDs serão distribuídos às 91 diretorias regionais de ensino da rede estadual e depois encaminhados às unidades, beneficiando cerca de 1,8 milhão de alunos.

O objetivo do projeto é propiciar a estudantes e professores o acesso a produções cinematográficas, por meio de temas relacionados ao currículo do Ensino Médio da Secretaria da Educação, considerando o interesse e as necessidades do público jovem e adulto.

Sobre o Cultura é Currículo

Implantado em 2008, o Cultura é Currículo está inserido na proposta curricular, com objetivo de democratizar o acesso de professores e alunos da rede estadual a produções culturais que contribuam para ampliar sua formação. O programa foi concebido conforme o Currículo do Estado de São Paulo, observando as orientações pedagógicas da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB), e é composto por três projetos: Lugares de Aprender: A Escola Sai da Escola, com visitas a espaços culturais como museus e parques; Escola em Cena, que leva alunos para apresentação de peças teatrais e espetáculos de dança; e O Cinema Vai à Escola, voltado para exibições de filmes nas unidades que mantêm Ensino Médio. O transporte e a alimentação dos estudantes são custeados pela Secretaria. Este ano, o programa receberá um investimento de R$ 24 milhões.