segunda-feira, 21/01/2013
Escola de Tempo Integral

Ensino Fundamental ganha currículo mais atrativo nas Escolas de Tempo Integral

Unidades oferecerão novas oficinas curriculares e atividades para fortalecer aprendizado

As Escolas Estaduais de Tempo Integral passam a contar a partir de 2013 com uma matriz curricular reformulada. As mudanças publicadas no Diário Oficial pela Secretaria da Educação, no dia 19 a de janeiro, serão implantadas nas 297 unidades que estão no programa criado em 2006.

A reorganização que torna o currículo mais atrativo é resultado de um processo que começou em 2011 e contou com a colaboração de dirigentes e supervisores de ensino de todo o Estado.

Entre as mudanças, destaca-se a composição da parte diversificada do currículo escolar, que complementa as disciplinas previstas na base nacional. Agora as escolas de tempo integral contarão com oficinas curriculares de temática eletiva, contemplando todas as áreas de conhecimento (confira tabela). Essas oficinas serão escolhidas de acordo com a proposta pedagógica de cada unidade escolar. A novidade garante mais autonomia às escolas, que agora têm opções mais variadas de oficinas curriculares.

oficinas_594

“As escolas de tempo integral terão atividades complementares que enfatizam o desenvolvimento de competências leitoras, escritas e matemáticas”, explica Maria Elizabete da Costa, coordenadora de Gestão da Educação Básica (CGEB), da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. “Cada vez mais correspondemos à necessidade de atender ao aluno em vários aspectos de seu desenvolvimento, como prevê o conceito da educação integral”, completa a educadora.

Além de fortalecer o aprendizado de língua portuguesa e matemática, a reorganização do currículo estimula que todos os seus componentes, sempre que possível, sejam distribuídos alternadamente ao longo dos turnos de funcionamento das unidades. Em outras palavras, o que se busca é não separar em períodos distintos as disciplinas regulares e as atividades complementares.

Siga a Secretaria de Educação de São Paulo no Twitter e no Facebook

A orientação atende a uma das principais reivindicações feitas desde o primeiro semestre de 2011, quando tiveram início os encontros regionais do secretário da Educação, professor Herman Voorwald, com representantes da rede estadual de ensino.

“Com essa reorganização, estamos fortalecendo as condições para alcançar o objetivo de fazer com que nossa rede estadual de ensino alcance padrões internacionais de qualidade, como estabelece o programa Educação – Compromisso de São Paulo, criado pelo governador Geraldo Alckmin a partir das contribuições de nosso magistério”, afirma o secretário.

Aperfeiçoamento do modelo

Implantado em 2006, o projeto Escola de Tempo Integral visa à diversificação de experiências escolares, por meio da realização de atividades transversais e interdisciplinares, que possam enriquecer e complementar a base nacional comum do currículo escolar, oferecendo mais oportunidades para o pleno desenvolvimento do aluno. As inovações introduzidas agora aproximam essas unidades do novo modelo de ensino integral, implantado em 2012 no Ensino Médio e expandido neste ano para 23 escolas de Ciclo II do Ensino Fundamental. Essa nova modalidade vem sendo implantada por meio de adesão das comunidades escolares.