terça-feira, 15/10/2019
Especial

Fazer a diferença e ajudar o próximo: a inspiração de professores no Dia do Professor

Dois professores da rede compartilham memórias e inspirações no Dia do Professor

Ser professor é uma profissão ou uma vocação? A inspiração para a grande missão de educar os jovens vem de muitos lugares. Dois professores da Escola Estadual Carlos Maximiliano, na capital, conversaram com a Secretaria da Educação e abriram o coração sobre suas inspirações, a motivação diária e os modelos que fizeram os dois escolherem a profissão que comemora seu dia neste dia 15 de outubro. Confira:

Fazer a diferença na vida das pessoas

Para Sara Gonçalves, a profissão é uma vocação. “Ser professora era um sonho de criança. Desde a infância, queria transformar o mundo pela educação e fazer a diferença na vida das pessoas. O trabalho do professor é um trabalho de formiguinha. Você só percebe a evolução depois de anos, quando vê algum jovem reproduzindo algum ensinamento. É nesse momento que você vê uma transformação interna, de mudança do mundo”.

Já Vanildo Cunha, ser professor era uma forma de continuar sua carreira como atleta. “Quis ser jogador de vôlei, mas não tinha altura. Quando vi que o professor poderia trabalhar o esporte de outras formas, ensinando os jovens, e também competindo, me apaixonei e mirei na profissão. Minha motivação é ver a necessidade que os jovens têm de uma educação mais forte na parte esportiva, falando também de alimentação e vida saudável.

Inspirações vieram da rede

Vanildo relata que a principal inspiração para a profissão foi seu professor de Educação Física. “O nome dele é Luiz Antônio. Foi graças a ele que comecei minha carreira de jogador e, quando decidi encerrar e ser professor, sempre me inspirei no modelo de ensino dele, na motivação que ele tinha todos os dias e no espírito positivo que ele passava a seus atletas”.

Sara vai além e diz que pegou um pouquinho de todo mundo para ser professora. “Todos os meus professores me ensinaram a ser quem eu sou hoje. Peguei um pouquinho de cada. A profissão sempre me causou fascínio, então eu sempre fui inspirada pela missão que é ensinar”.

Conte também suas inspirações no #DiaDoProfessor!