quinta-feira, 10/12/2020
Creche Escola

Governo de SP entrega Creche Escola na região de Limeira

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo investiu R$ 1,6 milhão na construção em Artur Nogueira; unidade deve beneficiar 150 alunos

O Governador João Doria realizou, nessa quinta-feira (10), a entrega de nova unidade do Programa Creche Escola, no município de Artur Nogueira, região de Limeira. A obra recebeu um investimento total de aproximadamente R$ 1,6 milhão da Secretaria Estadual da Educação em parceria com a prefeitura da cidade. Essa é a 108ª creche escola entregue pelo Governo de São Paulo desde 2019, durante a atual gestão.

“Não paramos as obras durante a pandemia porque sabemos da importância do Programa Creche Escola para as mães e as famílias. Investir na Educação Infantil é investir no futuro”, destacou o Governador João Doria que fez a inauguração remotamente, via teleconferência, com o Secretário Executivo da Educação, Haroldo Corrêa Rocha.

A CEMEI Professora Sueli Aparecida Carmona Caetano tem capacidade para atender 150 crianças de 0 a 5 anos. O prédio possui salas pedagógicas, berçários com fraldário e lactário, secretaria, refeitório, banheiros e área de serviço. A unidade também respeita todas as normas de segurança e de acessibilidade.

Esta é a segunda creche escola entregue pelo Estado em Artur Nogueira. Além disso, na região de Limeira também já foram beneficiadas pelo programa as cidades de Engenheiro Coelho, Iracemápolis, Limeira, Rio Claro e Santa Gertrudes. No total, essas cidades possuem nove unidades que significam importante reforço na oferta de vagas de Educação Infantil.

Sobre o Programa Creche Escola

O Estado de São Paulo já entregou 441 unidades do Creche Escola, nas diversas regiões do estado, desde 2011, quando houve a implantação do programa. Apenas nesta gestão, foram inauguradas 108 obras e outras 176 estão em execução.

O Programa Creche Escola é executado pela Secretaria Estadual da Educação em parceria com os municípios. Para a viabilização das obras, as prefeituras devem apresentar um terreno compatível com um dos três modelos de plantas oferecidos pelo Estado, além da documentação requerida.

A Secretaria de Educação efetua o repasse das verbas em sete parcelas, mediante a execução das obras e só após o laudo da vistoria emitido pela FDE. A licitação e condução dos serviços podem ficar tanto a cargo da Prefeitura quanto da FDE. Por meio do projeto, o Governo de SP espera expandir o atendimento de alunos dessa faixa etária, prioritariamente em localidades com maior vulnerabilidade social.