quarta-feira, 15/09/2021
Notícia

Inscrições de avaliação de leitura na rede municipal são prorrogadas até esta sexta-feira (17)

Teste será aplicado em outubro, presencialmente, para estudantes do 2º ano do ensino fundamental

As Secretarias Municipais de Ensino que desejam participar da primeira Avaliação de Fluência Leitora 2021 têm até esta sexta-feira (17) para confirmar adesão. Subsidiada integralmente pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), a ação vai analisar o desempenho individual na leitura e compreensão de textos escritos de estudantes do 2º ano do ensino fundamental dos períodos matutino, vespertino ou integral. A confirmação ocorre via portal da Secretaria Escolar Digital (SED).

O exercício proposto verifica a capacidade, fluidez e ritmo do estudante de ler palavras, pseudopalavras e textos voltados à etapa escolar. Na prática, os professores vão gravar a leitura pelo celular, através do aplicativo exclusivo do CAEd (Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação), que também disponibilizará os cadernos de provas para impressão. Na sequência, os áudios serão avaliados para apresentar um diagnóstico preciso sobre o perfil leitor dos estudantes.

A avaliação vai acontecer de forma presencial, respeitando todos os protocolos de distanciamento, entre os dias 4 e 22 de outubro. Atualmente, segundo dados da Seduc-SP, são 341,8 mil estudantes da 2ª série do ensino fundamental na rede municipal de ensino.

Para o Secretário da Educação do Estado, Rossieli Soares, a avaliação será importante para diagnosticar eventuais lacunas no processo de alfabetização durante o período de pandemia. “Com as escolas fechadas, entendemos que metade dos estudantes em processo de alfabetização ficou no mesmo estágio de aprendizado ou desaprendeu o que já sabia. Falamos de um período de aulas remotas para crianças com menos de 8 anos de idade. Com esses dados, poderemos efetivar ações eficazes para reverter essa situação a partir do ano que vem. Ampliamos o prazo, que terminaria nesta quarta-feira (15) para que mais municípios possam confirmar adesão”, resume.

O processo poderá ser realizado por qualquer professor do ensino fundamental ou demais profissionais pedagógicos disponíveis na escola. Todos os envolvidos – coordenador, gestores escolares e professores aplicadores – deverão, obrigatoriamente, participar de capacitação oferecida via Centro de Mídias São Paulo (CMSP).

Live no CMSP

Na última quarta-feira (8), Rossieli Soares conversou, via live no CMSP, com secretários municipais da Educação. A apresentação também contou com a presença de Márcia Bernardes, presidente da Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação SP). Assista aqui.

Entre outros pontos, Rossieli afirmou que, além da Avaliação de Fluência, a Seduc-SP também vai custear o Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) para mais de 400 cidades conveniadas, que aderiram ao Currículo em Ação.

Acesso na SED

Para participar, as redes municipais de ensino, através dos perfis do Prefeito ou da Secretaria Municipal de Educação, devem acessar a SED e confirmar interesse no menu Avaliação de Fluência 2021 – Redes Municipais.

Para mais esclarecimentos às cidades interessadas, a Seduc-SP oferece dois canais de contato:
www.atendimento.educacao.sp.gov.br
0800-7700-012