quarta-feira, 27/11/2013
Pais e Alunos

Saresp traz questões de História, Geografia e Matemática em segundo dia de prova

Redação também faz parte do cronograma da avaliação na qual participam 2,5 milhões de alunos

O segundo e último dia do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) leva 2,5 milhões de estudantes a realizar a prova nas mais de cinco mil escolas estaduais paulistas nesta quarta-feira (27). O exame será aplicado para os alunos do 2º, 3º, 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio.

Questões de História, Geografia, Matemática, e também uma redação, serão realizadas no horário regular das aulas, com duração de três horas para conclusão. O cronograma da prova pode ser acessado aqui.

Neste ano, participam da avaliação alunos das escolas estaduais, municipais e particulares de todo o Estado de São Paulo devem passar pelas provas, um recorde histórico de público desde a primeira edição em 2008.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Isso porque o Estado de São Paulo adotou uma nova meta etária de alfabetização. A partir de agora, o objetivo é alfabetizar os alunos aos 7 anos de idade – mais cedo do que o estipulado no País, que define a idade certa de 8 anos. Por isso, o Saresp será aplicado de maneira inédita também aos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental. Até então, a avaliação era voltada para os 3º, 5º, 7º, 9º anos, além da 3ª série do Ensino Médio.

O Saresp teve a adesão de 534 prefeituras do Estado e 374 unidades das redes particular, do SESI e do Centro Paula Souza em 2013. Por meio da parceria, as provas a serem aplicadas nas unidades administradas pelos municípios também são custeadas pelo Governo do Estado, já as instituições privadas arcam com os custos. As avaliações serão aplicadas por fiscais contratados, que não atuam na rede estadual de ensino e que recebem treinamento para o acompanhamento das provas.

Participam das avaliações um total de 1,6 milhão de estudantes da rede estadual de ensino, 733,1 mil alunos das redes municipais, 53,1 mil das redes particulares e do SESI e outros 18,5 mil estudantes do Centro Paula Souza.

Dicas para alunos e professores

Para que os alunos tenham um bom desempenho na prova, é importante tirar dúvidas com os gestores e professores da unidade antes dos dias de avaliação e respeitar os horários estabelecidos pela escola. “É importante que os estudantes se concentrem e se dediquem a essa avaliação, que para a Secretaria da Educação é fundamental no sentido de uma gestão pedagógica eficiente”, comenta o secretário Herman Voorwald.

Para saber mais, acesse a intranet da Educação

A Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB) elaborou algumas orientações para que alunos, professores e gestores realizem os exames com tranquilidade. Confira aqui as dicas para a preparação dos estudantes que realizarão a prova e acesse aqui para ver as sugestões de organização para as unidades escolares.