Educação convida 115 escolas em todo o Estado a aderirem ao Ensino Integral

Em 2013, a modalidade será ampliada para alunos do Ensino Fundamental

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo convida a comunidade de 115 escolas estaduais de todo o Estado a aderir, a partir de 2013, ao modelo de Ensino Integral implantado neste ano em 16 unidades de Ensino Médio e que será ampliado para o Ensino Fundamental. A consulta oficial nas unidades pré-selecionadas teve início hoje (07/05) e a adesão deve ser formalizada até sexta-feira (11/05).

Veja a lista das escolas pré-selecionadas

O projeto só será implementado se houver o consentimento da comunidade escolar (alunos, pais, professores, funcionários e equipe gestora). Nessa etapa de expansão, a proposta foi apresentada a 70 escolas de Ensino Médio e a 45 que oferecerão a modalidade para o Ensino Fundamental, com base em critérios como espaço físico adequado para instalações específicas do programa e proximidade de escolas que possam atender aos estudantes que não optarem pelo Ensino Integral ou que estiverem em outro nível de ensino.

Para as escolas que oferecerem o Ensino Fundamental Integral estão previstas as premissas básicas já adotadas nas unidades que disponibilizam o Ensino Médio Integral, como infraestrutura diferenciada com salas temáticas, disciplinas eletivas além das já obrigatórias e docentes com regime de trabalho de dedicação plena e integral, que promove uma maior aproximação entre professor e aluno.

“O Ensino Integral, nos moldes em que está sendo implantado, tem como diferencial o professor com dedicação exclusiva. A presença plena desse profissional auxilia o jovem a desenvolver seu projeto de vida, tanto nas disciplinas regulares quanto nas eletivas a serem criadas pelo corpo docente, garantindo ao estudante uma formação para a cidadania e o mundo do trabalho”, explica o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

A ampliação visa dar continuidade à ação, de modo a promover a melhoria da qualidade do ensino, nos termos do programa Educação – Compromisso de São Paulo, que tem como objetivos principais colocar o sistema educacional de São Paulo entre os melhores do mundo e fazer a carreira de professor ser uma das mais valorizadas entre os jovens.

“Esse momento é fundamental para nossa política educacional já que estamos em uma fase de expansão do programa. O êxito com as 16 escolas participantes do projeto-piloto foi importante para que pudéssemos avaliar e consolidar o trabalho pedagógico que está sendo realizado na rede”, afirma Valéria Souza, assessora da Pasta responsável pelo programa.

Para mais informações, acesse a página do Ensino Integral