06/01/17

Educação inicia obras de manutenção e reparo das cinco mil escolas estaduais nesta sexta (6)

Categoria

Mais de R$34 milhões serão destinados para os serviços

Na manhã desta sexta-feira (6), o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário da Educação, José Renato Nalini, deram início às obras de manutenção e reparo das mais de cinco mil escolas estaduais. Para 2017, a Secretaria destinou R$ 34,7 milhões de reais para serviços como troca de torneira, limpeza da caixa d’água, fiação elétrica, revestimentos, além do conserto de vidros, janelas e esquadrias. O valor por unidade é calculado a partir do número de alunos matriculados.

O pontapé inicial aconteceu na E.E. Professora Marisa de Mello, unidade de Ensino Fundamental situada na Vila Aricanduva, bairro da capital paulista. "Durante todo o mês de janeiro, as escolas serão pintadas, terão pequenas reformas, pequenos reparos, cortar grama, limpeza, para receber bem os alunos no retorno das aulas. Este recurso é transferido para a APM, Associação de Pais e Mestres, ou para a própria direção da escola", explicou o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Para intervenções de maior complexidade e que necessitam do acompanhamento de laudos e engenheiros – como a construção de quadras e ampliação de prédios –, a Diretoria Regional de Ensino realiza um processo diferente que envolve uma autorização feita pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE). 

A diretora da unidade, Therezinha Silva dos Anjos Delfino, lembrou a importância de propiciar aos alunos um ambiente adequado para os estudos. "Isso (as reformas) são importantes para que as crianças se sintam felizes. Um ambiente acolhedor e agradável faz com que eles aprendam melhor", disse.

"O interesse da Secretaria é fazer com que cada escola renda o máximo possível em termos de oferecer para a criança de São Paulo uma educação de qualidade cada vez melhor", finalizou o secretário da Educação, José Renato Nalini.

Volta às aulas na rede

Este ano, as atividades de professores terão início em 1º de fevereiro, já os alunos devem ingressar ou retornar às salas de aula no dia 2 de fevereiro. As datas são as mesmas em todas as mais 5 mil unidades de Ensino Fundamental, Médio e Educação de Jovens e Adultos e foram publicadas pela Secretaria da Educação de São Paulo no Diário Oficial.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Aliquid fuga?