Formação técnica coloca alunos um passo a frente no mercado de trabalho

Jovens que estudam informática na Rede Ensino Médio Técnico falam sobre benefícios do curso para o futuro profissional

Preparando-se para ingressar em uma das áreas mais aquecidas do mercado, o estudante Leonardo Alves Souza, de 15 anos, aluno da E.E. Ministro Costa Manso, na zona sul de São Paulo, já está um passo a frente dos outros jovens de sua idade. Ele faz o curso de informática do Ensino Médio Técnico integrado, programa que começou em cerca de 50 escolas da rede estadual em 2012 e oferece a formação técnica atrelada ao Ensino Médio regular.

“Acredito que será mais fácil para conseguir um emprego, pois com o curso eu já terei conhecimento na área mesmo antes de fazer uma faculdade”, afirma Leonardo.  Além da área escolhida pelo jovem, o programa oferece cursos de administração, logística, marketing, eventos, mecânica, química e eletrônica, entre outros. Em sua segunda modalidade, a concomitante, aquela na qual o aluno faz o curso técnico em uma instituição parceira no contraturno das aulas regulares, a Rede Ensino Médio Técnico oferece cursos em 60 áreas de formação diferentes.

Poder escolher entre tantos setores e começar, desde o Ensino Médio, a preparação para enfrentar o acirrado mercado de trabalho é um dos benefícios encontrados pelos estudantes que optaram por ingressar no Ensino Médio Técnico. “Durante o curso, eles já podem trabalhar em empresas como estagiários na área de informática e terão a oportunidade de serem efetivados”, comenta Romeu Afecto, coordenador do curso na E.E. Ministro Costa Manso. De acordo com Afecto, a dinâmica das aulas contribui para preparar os jovens para o ambiente profissional. “Hoje em dia, o curso técnico tem uma especialização que, em muitos casos, é melhor do que a de uma faculdade”, garante.

Para a estudante Lara Oliveira, não foi preciso nem esperar o momento de buscar um emprego para conhecer os pontos positivos da formação técnica. “Eu sempre gostei da informática e tenho certeza de que é a carreira que quero seguir. Com o curso, eu estou aprendendo muito e já posso dizer que estou melhor na profissão que escolhi”, conta.