Professores e Funcionários

Na Semana de Educação Alimentar, alunos aprendem a importância de se alimentar bem

Melhores projetos desenvolvidos nas escolas ficarão disponíveis no Portal da Educação

sex, 24.05.2013

É com touca, luva e avental que os alunos da E.E. Coronel Raul Humaitá Villa Nova se preparam para fazer um sanduíche de cenoura, beterraba, couve, repolho e muita criatividade. Os alimentos coloridos, colhidos na horta da própria escola, ganham vida nas mãos dos pequenos cozinheiros.

“Cada aluno faz um animal ou personagem diferente com seu sanduíche. É uma grande brincadeira para eles. Para as crianças experimentarem os alimentos, elas precisam pegar, sentir e cheirar”, conta uma das professoras da escola, Janice Góes.

As ações educativas, desenvolvidas nesta escola e em todas as unidades da rede estadual, fazem parte da Semana de Educação Alimentar. “Se em Língua Portuguesa estão trabalhando leitura, eles vão ler sobre os alimentos. Em Matemática, eles vão fazer gráficos sobre as doenças e assim por diante”, explica a coordenadora da E.E. Coronel Raul Humaitá Villa Nova, Cintia Tolosa Biachi.

Com o tema “Doenças crônicas não transmissíveis”, os educadores falam sobre o risco que a ingestão não consciente de alimentos pode causar à saúde. Diabetes, hipertensão, obesidade e colesterol alto são alguns dos males relacionados a uma dieta inadequada combinada à falta de exercícios físicos.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

“O objetivo é orientar os estudantes e incentivá-los a adotar atitudes voltadas à promoção da saúde, repassando todo o aprendizado para suas famílias,” explica a coordenadora de Infraestrutura de Serviços Escolares, Ana Leonor Sala Alonso.

E na escola da professora Janice a iniciativa está dando certo.  “Minha mãe separou salgadinho para eu trazer e eu falei que não era bom. Ela até estranhou. Disse que queria fruta e está lá na minha lancheira”, revela a aluna de nove anos, Isabele Ribeiro de Oliveira.

Todas as escolas que participaram da iniciativa foram orientadas a enviar os projetos desenvolvidos ao longo da semana para suas respectivas Diretorias de Ensino (DE). Cada DE selecionará o melhor trabalho e encaminhará para o Departamento de Alimentação e Assistência ao Aluno (DAAA). A melhor iniciativa ficará disponível aqui no Portal da Educação.