terça-feira, 03/04/2007
Últimas Notícias

Alunos de Escola Estadual da zona norte aproveitam passeio cultural para conhecer melhor o governador

Visita ao acervo de arte do Governo Paulista, nesta segunda-feira, dia 2, terminou no gabinete de José Serra O grupo chega animado ao Palácio dos Bandeirantes, na zona sul da Capital. Trinta alunos com idades entre 13 e 15 anos, da oitava série da Escola Estadual Prof. Antônio Lisboa, localizada na zona norte, cruzam São […]

Visita ao acervo de arte do Governo Paulista, nesta segunda-feira, dia 2, terminou no gabinete de José Serra

O grupo chega animado ao Palácio dos Bandeirantes, na zona sul da Capital. Trinta alunos com idades entre 13 e 15 anos, da oitava série da Escola Estadual Prof. Antônio Lisboa, localizada na zona norte, cruzam São Paulo movidos pela mesma expectativa: conhecer cada detalhe das obras que compõem a exposição “Caminhos do Modernismo no Acervo dos Palácios”. Renan Gonçalves de Souza, 13 anos, se encanta com o que vê. “Somos os primeiros alunos da rede pública a visitar a exposição. Um privilégio que devemos aproveitar”, informa o estudante com vocabulário de quem adora ler, estudar, conhecer lugares novos.

Colega de Renan, Luana Assunção Nogueira, 14 anos, também não esconde a agitação por conta do passeio. “Estar aqui é poder aprender com a arte mais perto de nós. Ver as obras e cores brasileiras”, explica. Acompanhando os alunos durante a visita ao Palácio, nesta segunda-feira, dia 2, a secretária de Estado da Educação, Maria Lucia Vasconcelos, deixa claro que a atividade vai muito além de um passeio. “Vocês vão conhecer este espaço acompanhados das pessoas que trabalham aqui, e terão a chance de levar para a sala de aula tudo o que aprenderam”, lembra Maria Lucia.

Escola visitante já trabalha o tema

A exposição tem tudo a ver com a fase atual vivida pelos alunos da Escola Estadual Prof. Antônio Lisboa. Orientados pelo professor de Educação Artística Daniel Medeiros de Andrade, os alunos da oitava série já trabalham a questão da arte em sala de aula. O conteúdo propõe a discussão de conceitos sobre o abstrato, tema usado como pano de fundo para trabalhar as dificuldades e experiências dos alunos em relação ao entendimento do tema. “A exposição é essencial para complementar o trabalho que fazemos na escola. Estamos na cidade de São Paulo, riquíssima em história. Nada melhor, então, do que aproveitar o interesse deles pelo conhecimento, e pelo que tem nas imagens e os deixa curiosos”, avalia o professor.

Dos corredores… ao gabinete

Assim que o grupo começa a visita pelas dependências do Palácio, o governador se junta aos alunos para ouvir detalhes das obras de artistas como Anita Malfatti, Livio Abramo e Victor Brecheret. “Sejam bem vindos. Fiquem à vontade e, quando terminarem, nos encontramos no Gabinete”, anunciou Serra. E não é que eles foram mesmo? Um a um, todos entram na sala onde fica a mesa de trabalho do governador. Bate-papo informal, conversas descontraídas, as inevitáveis brincadeiras relacionadas ao futebol, afinal, Serra é palmeirense. “Que time o senhor escolheu, hein?”, brinca uma aluna.

Amor à arte

Em meio ao grupo, uma aluna se destaca. Não pela cadeira de rodas, muito menos pela paralisia cerebral que lhe dificulta a fala. Mariana Santana Antiquera, 17 anos, se esforça para explicar o que sente por quadros, pinturas, esculturas. Com a ajuda de uma colega, logo se faz entender. “Em amo arte”. Durante o passeio, elege o quadro do qual mais gosta: “A Festa do Divino em Parati”, de Djanira da Mota e Silva, que integra o acervo do Palácio.

Atento ao interesse de Mariana, que sonha cursar Publicidade, Serra a presenteia com dois livros : “São Paulo: Paisagens, Cultura e Arte” e “Acervo dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo”. Além das publicações, a aluna ainda ganha um elogio do governador. “Tenho certeza de que você é a aluna mais estudiosa do grupo”, disse.

Serviço

Exposição “Caminhos do Modernismo no Acervo dos Palácios”

Data: 28/03 a 31/05

Horário: segunda a sexta-feira das 10 às 17 horas; sábados, domingos e feriados das 11 às 16 horas

Local: Palácio dos Bandeirantes – Avenida Morumbi, nº 4.500 – Morumbi – São Paulo.

Celso Bandarra