quarta-feira, 09/05/2018
Governo do Estado de São Paulo
Ensino Fundamental

Alunos rede vivenciam o dia a dia de uma casa legislativa

28 estudantes da rede foram selecionados; os jovens apresentaram suas propostas de projeto de lei

 

Durante dois dias, 28 estudantes da rede estadual de ensino vivenciaram o dia a dia de uma casa legislativa. Eles foram selecionados pelo concurso Parlamento Jovem Paulista e recebidos na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), nos dias 26 e 27 de abril.

Confira a lista geral dos eleitos aqui

Para participar, os jovens tiveram que elaborar um projeto de lei de sua própria autoria. Eles foram recebidos na Casa e passaram por eleição dos membros da Mesa Diretora, apreciação e votação das propostas e tramitação nas comissões até o momento em que o documento se torne um Projeto de Lei.

A aluna Dhâmarys Biara de Oliveira Santos, da escola Professor Armando Gaban, localizada em Osasco, escreveu um projeto de lei relacionado à saúde que visa reintegrar os jovens ao grupo social, e ficou emocionada com a oportunidade. “Por um dia que eu me senti muito importante, pois é uma responsabilidade muito grande. É maravilhoso conhecer um pouco mais sobre as legislações e sobre o local onde tudo acontece”, conta.

O professor de História José Sebastião Rodrigues comemorou a participação da aluna da unidade de ensino.  “Com um projeto que reflete uma grande preocupação com os jovens dependentes químicos, a jovem parlamentar se tornou a 9ª Deputada Mirim eleita pela escola estadual Professor Armando Gaban, que participa do Parlamento Jovem desde a primeira edição. Estamos honrados com a sua eleição e vamos prestigiar a sua posse nos dias 26 e 27 de abril”, compartilha.

Já a aluna Giulia Dantas Gomes, da escola Olímpio Catão, de São José dos Campos, sugeriu por meio de um projeto de lei a criação de um aplicativo que permite que jovens do Ensino Médio e superior realizem inscrições para trabalho voluntário. “No início esse projeto foi desencadeado pelo fato de que eu queria uma forma diferente de melhorar a qualidade de educação”, explica.

Participou também o aluno Bruno Marques dos Santos, da unidade de ensino José Ephim Mindlin, na capital paulista. Seu projeto de lei propõe a criação de feiras para compra de produtos orgânicos diretamente do produtor, contando com incentivos fiscais e certificação para os participantes. “A agricultura orgânica cultiva os alimentos sem agredir a natureza e colabora com a preservação do nosso ecossistema para as gerações futuras”, explica.

Programa Parlamento Jovem Paulista

O programa foi instituído pela Assembleia Legislativa com o objetivo de proporcionar aos alunos de escolas públicas e particulares de todo o Estado a experiência de conhecer e desempenhar funções pertinentes ao cotidiano de um parlamentar. Para elaborar os projetos, os estudantes escolhem um entre 12 partidos temáticos, que contemplam as áreas de Cultura, Educação, Natureza, Agricultura, Emprego, Saúde, Segurança Pública, Habitação, Esporte, Juventude, Defesa do Consumidor e Direitos Humanos.

A partir do tema, os jovens desenvolvem propostas de melhoria para cada área, na forma de projetos de lei que deverão ser apresentados na tribuna em até três minutos. Após a apreciação na sessão especial, os projetos são publicados no Diário Oficial do Poder Legislativo.