quinta-feira, 03/10/2013
Boas Práticas

Animais marinhos são tema de projeto que fomenta a pesquisa em sala de aula

Para desenvolver atividades, professora utiliza o material pedagógico do programa Ler e Escrever

“Estudamos muito sobre o tubarão azul, cavalo marinho e a baleia jubarte”, conta orgulhoso Felipe Rodrigues Melo da Silva, aluno dos anos iniciais do Ensino Fundamental, da E.E. Hermínia Gugliano, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

O aprendizado é reflexo do projeto Animais do Mar, desenvolvido com o apoio do material pedagógico do programa Ler e Escrever.   

A professora Isabel Cristina Ribeiro Rambourg é quem estimula as crianças. Após todos participarem de uma leitura compartilhada, Isabel dá a lição de casa: “Escolham um animal e pesquisem sobre ele em casa usando outras fontes de informação”.  

Sarah de Oliveira Francisco usou revistas e a internet.  Com criatividade, desenhou um cavalo marinho para expor o que aprendeu. “Um cavalo marinho pesa de 50 à 100 gramas e tem um comprimento de 2 à 60 centímetros.  O que achei mais legal é que o macho carrega os filhotes e não a fêmea”, explica ao lado do seu trabalho.

“Com os materiais do Ler e Escrever, obtivemos uma direção de trabalho. Os professores investem tempo preparando a aula para subsidiar a formação do conhecimento”, disse Madalena Pallaretti Calcini, coordenadora pedagógica da E.E. Hermínia Gugliano

Investimentos

Por meio do programa Ler e Escrever, até julho de 2013, a Secretaria da Educação destinou 1,1 milhão de livros para 1.787 escolas da rede estadual, totalizando um investimento de R$ 5,4 milhões.

Além de escolas da rede, o Governo do Estado também contemplou 486 municípios que integram o Programa de Integração Estado e Município entregando 1,4 milhão de exemplares.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

O programa Ler e Escrever, voltado para os estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental, é um conjunto de ações articuladas que inclui formação, acompanhamento, elaboração e distribuição de materiais pedagógicos e outros subsídios. Sua meta é garantir a aquisição da escrita alfabética e das competências necessárias para que as crianças possam adequar seu discurso oral e escrito as diferentes situações comunicativas.