segunda-feira, 07/10/2013
Sociedade

Conheça os programas da Educação voltados para estudantes universitários

Ao todo, cerca de 18 mil estagiários participam de iniciativas em escolas da rede

Para os jovens universitários que buscam uma oportunidade de ingressar no mercado de trabalho, a Educação conta com programas voltados exclusivamente para os estudantes do Ensino Superior. Atualmente, mais de 18 mil estagiários são beneficiados pelas iniciativas da Pasta. Conheça as iniciativas.

Bolsa Universidade

O Bolsa Universidade oferece a oportunidade para estudantes universitários atuarem como educadores nas unidades que fazem parte do Escola da Família. Os estagiários cumprem 8 horas de atividades na unidade escolar e podem escolher pelo sábado ou o domingo.

Para concorrer a uma vaga é preciso conferir se a instituição onde o aluno estuda é conveniada com a Secretaria de Educação e também checar a quantidade de vagas por diretoria de ensino. Confira aqui a lista de universidades conveniadas com o programa. Os estudantes que participam do programa ganham a bolsa integral do curso universitário.

Residência Educacional

Além do Bolsa Universidade, a Educação mantém outros dois programas voltados para os universitários. Inspirado no modelo de residência médica, o programa Residência Educacional oferece vagas de estágio para alunos que estudam cursos de licenciatura, que devem atuar nas salas de aulas dos anos finais do Ensino Fundamental e Médio da rede estadual. A oportunidade é destinada para jovens que estudem em cursos devidamente autorizados e reconhecidos pelo Ministério da Educação.

Para ser selecionado para o programa, o estudante precisar estar matriculado a partir do 3º semestre. O estagiário recebe bolsa de R$420 e auxílio transporte no valor de R$180, totalizando R$600 e participa de todas as atividades do calendário escolar desenvolvidas nos anos finais do Ensino Fundamental e Médio das escolas da rede.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Todas as tarefas são realizadas sempre em conjunto com o professor titular. O período do estágio é de 12 meses e pode ser prorrogado pelo mesmo período. As atividades devem ser executadas diariamente, não podendo ultrapassar 15 horas semanais. Saiba mais aqui.

Bolsa Alfabetização

O programa é conveniado com 46 instituições de ensino. Os estudantes destas unidades podem participar do Bolsa Alfabetização, atuando como Aluno Pesquisador nas salas de aula dos anos iniciais do Ensino Fundamental. A iniciativa é voltada para alunos dos cursos de Pedagogia, Letras e Pós-Graduação Stricto Sensu, com foco na didática da alfabetização. Os estudantes atuam com pesquisa didática e apoio aos professores regentes nas atividades de leitura e escrita.

Para participar é preciso confirmar se a universidade em que estuda é conveniada com o programa e, em caso positivo, procurar o orientador do projeto na instituição de ensino. Cada universidade tem um número de vagas estabelecido no convênio com a Educação, por isso, é necessário também confirmar se a instituição conveniada ainda oferece bolsas. Confira a lista de instituições conveniadas aqui.

Os universitários precisam cumprir carga horária de 20 horas semanais. Cada universidade conveniada recebe R$700 por aluno e a verba é repassada ao estudante, de acordo com a frequência do aluno.

*Atualizada em 16/12/2013, às 17h50