quinta-feira, 19/07/2012
Últimas Notícias

Curso de Formação Específica para professores começa segunda, 23

Mais de 10 mil docentes participarão das aulas semipresenciais para ingresso na rede no próximo ano letivo Dando início à terceira fase do concurso público de Professor de ,Educação Básica II (PEBII), a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo convoca cerca de 10,8 mil docentes  para o Curso de Formação Específica promovido pela […]

Mais de 10 mil docentes participarão das aulas semipresenciais para ingresso na rede no próximo ano letivo

Dando início à terceira fase do concurso público de Professor de ,Educação Básica II (PEBII), a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo convoca cerca de 10,8 mil docentes  para o Curso de Formação Específica promovido pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores (EFAP) “Paulo Renato Costa Souza”. A ação é destinada aos educadores que participaram da sessão de escolha de vagas que aconteceu em junho e julho.

Confira, na íntegra, a relação dos nomes dos convocados e os locais das aulas.

O curso tem duração de 18 semanas, totalizando 360 horas (sendo a primeira etapa de 160 horas e a segunda de 200 horas), divididas em 18 módulos semanais de 20 horas. Os primeiros encontros presenciais serão dias 23 e 24 de julho, segunda e terça-feiras da próxima semana. Os aprovados no curso ingressarão na rede no primeiro semestre de 2013.

Neste período de formação, os educadores receberão bolsa de estudo correspondente a 75% do salário inicial para jornada de 40 horas semanais de professor de educação básica de ciclo II do Ensino Fundamental e de Ensino Médio (PEB II). Como os vencimentos atuais para carga horária de 40 horas PEB II são de R$ 2.088,27, o valor da bolsa será de R$ 1.566,20.

Durante as aulas (online e presenciais), os educadores conhecerão o currículo adotado pelo Estado, metodologias de trabalho e aspectos da realidade das escolas estaduais. A primeira etapa é composta por oito semanas de lições, comum a todos os candidatos, aborda a função e a identidade do professor e a identidade e diversidade dos alunos e sua relação com a aprendizagem e o conhecimento, além de cultura escolar e familiar.

Na segunda, com duração de 10 semanas, os professores trabalham suas respectivas especialidades, ou seja, cada uma das disciplinas do currículo da rede estadual de ensino e educação especial nas quais atuam os docentes convocados, entre elas língua portuguesa, história, geografia, biologia e inglês.

Para a conclusão do curso é necessário que o candidato cumpra, no mínimo, 75% do total das atividades propostas a cada período (incluindo trabalhos desenvolvidos na web e nos encontros presenciais), participe integralmente de pelo menos dois encontros presenciais e seja aprovado em prova objetiva.