quinta-feira, 28/03/2013
Releases

Educação e Sebrae-SP oferecem aulas de empreendedorismo nas regiões de Bauru e Marília

137 educadores recebem segunda-feira certificados do curso Jovens Empreendedores: Primeiros Passos para oferecer o conteúdo a estudantes do ciclo II do Ensino Fundamental da rede estadual aos sábados dentro do programa Escola da Família ou no contraturno das aulas regulares  Alunos das regiões de Bauru e Marília que frequentam do 6º ao 9º ano do […]

137 educadores recebem segunda-feira certificados do curso Jovens Empreendedores: Primeiros Passos para oferecer o conteúdo a estudantes do ciclo II do Ensino Fundamental da rede estadual aos sábados dentro do programa Escola da Família ou no contraturno das aulas regulares 

Alunos das regiões de Bauru e Marília que frequentam do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental em escolas da rede estadual de ensino poderão ter aulas de empreendedorismo, por meio de uma parceria entre a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e o Sebrae-SP. As oficinas serão ministradas por 137 educadores formados no curso Jovens Empreendedores: Primeiros Passos, que receberão os certificados na próxima segunda-feira, 1º de abril, em evento com Fernando Padula, chefe de gabinete da Secretaria da Educação, e Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP.

Os professores, que atuam em escolas das diretorias regionais de ensino de Bauru, Avaré, Botucatu, Jaú, Lins, Piraju e Marília, oferecerão o conteúdo a estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) aos sábados dentro do programa Escola da Família ou no contraturno das aulas regulares. De acordo com o número de inscritos, o docente monta a turma e decide o horário das atividades.

“Essa ação visa preparar nossos alunos para o mundo do trabalho, uma das principais propostas da Secretaria da Educação do Estado”, afirma o secretário da Educação do Estado de São Paulo, professor Herman Voorwald, representado no evento por Fernando Padula, chefe de gabinete da pasta.

Para o superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano, o empreendedorismo é uma ferramenta importante para o desenvolvimento econômico e social. “Quanto mais próximo o jovem estiver dessa cultura, maiores serão os benefícios para o país. O jovem deve conhecer o que é o empreendedorismo. Ele precisa sair da escola preparado, não só  para ser empregado, mas para ser empreendedor.”

Estudos feitos pelo Sebrae indicam que o empreendedor com mais escolaridade consegue enxergar melhor as oportunidades e contribui para aumentar as estatísticas do empreendedorismo feito com planejamento e risco calculado. Pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor indica que no ano de 2012, 69% dos empresários começaram um negócio porque constataram uma oportunidade e apenas 31% empreenderam por necessidade.

No total, 1.467 educadores do Estado foram capacitados para ministrar a disciplina. O objetivo é disseminar a cultura empreendedora e promover reflexões e debates sobre plano de negócios. Os interessados podem procurar a unidade de ensino de sua preferência. As unidades participantes do Escola da Família podem ser consultadas no Portal da Secretaria da Educação.

A ação foi direcionada a educadores do programa Escola da Família, professores-mediadores e docentes de escolas regulares e de tempo integral. As aulas foram ministradas sob a gestão dos organismos regionais do Sebrae-SP, com carga horária de 30 horas, sendo 25 presenciais e cinco a distância, nas quais foram desenvolvidas oficinas de empreendedorismo e elaborado um plano pedagógico para as atividades destinadas aos estudantes.

 

Metodologia

Para o 6º ano, a proposta do curso é a oficina “Eco Papelaria”, que trabalha questões relativas ao meio ambiente, relacionando esse tema aos tipos de negócios que envolvem papel reciclado e reutilização de materiais. Nesse processo, os estudantes aprenderão a criar produtos a partir de papéis reciclados, como caixas de presente, porta-retratos, cadernetas, entre outros.

“Artesanato Sustentável” é o tema para o 7° ano. Serão elaborados produtos artesanais com o intuito de possibilitar o desenvolvimento do empreendedorismo e da criatividade dos alunos. Todos os itens do plano de negócios terão uma abordagem mais complexa e aspectos comportamentais como motivação, iniciativa, tomada de decisão e convivência em grupo.

Já para os estudantes do 8º ano, o assunto será “Empreendedorismo Social”, que tem como finalidade fomentar o potencial do jovem para a responsabilidade social, individual e coletiva, despertando-o para os problemas que acontecem na comunidade.

Aos alunos do 9º ano, serão ministradas aulas com o tema “Novas ideias, grandes negócios”. O propósito é oferecer aos adolescentes a possibilidade de desenvolver e promover o próprio negócio, com criação de produto ou prestação de serviço, de acordo com as oportunidades observadas no bairro ou na cidade onde vivem, respeitando a cultura local e buscando contemplar algum benefício social para a comunidade.

 

Serviço:

Evento: Entrega de certificados do programa Jovens Empreendedores: Primeiros Passos

Data: 1º de abril (segunda-feira)

Horário: 15h

Local: Auditório do CEEJA Presidente Tancredo Neves – Rua Carlos de Campos, 5-10, Vila Falcão, Bauru, SP