sexta-feira, 30/11/2012
Imprensa

Educação promove ações de conscientização em referência ao Dia Mundial de Luta contra a Aids

Laço vermelho gigante, símbolo do movimento, foi colocado na fachada prédio da Secretaria, na Praça da República, para chamar a atenção da populaçãoPainéis com mensagens formam um mural de retalhos nas grades do edifício      Hoje, em referência ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado em 1º de dezembro, a Secretaria da Educação do Estado […]

Laço vermelho gigante, símbolo do movimento, foi colocado na fachada prédio da Secretaria, na Praça da República, para chamar a atenção da população
Painéis com mensagens formam um mural de retalhos nas grades do edifício
      
Hoje, em referência ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado em 1º de dezembro, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo promove ações de conscientização a fim de enfatizar a importância do diagnóstico precoce para o HIV, sífilis e hepatite, prevenir a transmissão dos vírus e, principalmente, iniciar o tratamento assim que a doença for diagnosticada, garantindo uma melhor qualidade de vida.

Em frente ao prédio da Secretaria, localizado na Praça da República, cinco mil laços vermelhos, símbolo do movimento, e cinco mil folhetos com informações sobre prevenção e importância do diagnóstico precoce serão distribuídos hoje e segunda-feira (03/12), das 8h às 18h. Além disso, um laço vermelho de 10 metros foi fixado na fachada da sede da Pasta.

Também há painéis elaborados por equipes do Programa Escola da Família das 91 Diretorias de Ensino, inspirados no Aids Memorial Quilt, expostos nas grades do prédio da Secretaria como forma de chamar a atenção para o estigma e preconceito que ainda existe em relação às pessoas que vivem com o HIV/Aids.

Prevenção Também se Ensina
Assuntos como doenças sexualmente transmissíveis, gravidez na adolescência e uso de álcool, tabaco e outras drogas são abordados durante todo o ano nas escolas estaduais por meio do projeto Prevenção Também se Ensina. Implantado pela Secretaria da Educação desde 1996, o projeto conta com o apoio do Programa Estadual de DST/Aids da Secretaria de Estado da Saúde. O objetivo é promover a cidadania  e a redução da vulnerabilidade da comunidade escolar. Para isso, são capacitados educadores que atuam nas diretorias regionais de ensino e escolas para assessorar e acompanhar o desenvolvimento de ações preventivas, que também contam com material didático distribuído por meio do projeto.