terça-feira, 23/12/2014
Boas Práticas

Música popular inspira alunos em ação do Prevenção Também se Ensina

Alunos fizeram uma paródia da música "Eu só quero um xodó", de Luiz Gonzaga

Com muito alto astral e inspiração, os alunos da E.E. Joaquim Alves Figueiredo, em Catanduva, venceram o concurso de paródias do projeto Prevenção Também se Ensina, voltado para alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio, matriculados em escolas da Diretoria de Ensino da região.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Inspirados na música “Eu só quero um xodó”, do cantor e compositor Luiz Gonzaga, os estudantes fizeram uma paródia de nome “Eu só quero um amor”. Com o tema Namoro é Preciso Conhecer, os alunos tiveram o objetivo de passar um recado sobre o amor próprio e a importância de esperar a hora certa para o namoro.

“Nós escolhemos a música do Luiz Gonzaga porque além de ser uma boa canção, em nosso entendimento, facilitaria muito para que falássemos do assunto, que é sério”, revela Amanda Pirolla Biagi, integrante do grupo vencedor.

O concurso foi dividido em quatro categorias, sendo Paródia para o Ensino Médio e Quadras, Frases e Charges para o Ensino Fundamental. “São passados para os alunos os temas. No caso dos estudantes do Ensino Médio, eles escolhem uma música e fazem uma paródia em cima dela”, conta a coordenadora do Ensino Fundamental da escola, Giovana Sebastiana Garute Betarello.

A música que representaria a escola foi definida a partir de uma seleção feita por professores e coordenadores. Com isso, foi enviada à Diretoria de Ensino a paródia “Eu só quero um amor”, que entrou em uma disputa contra outras dez escolas. Ficou a cargo de uma banca de jurados a definição da paródia vencedora do concurso.

Integrante do grupo vencedor, o aluno Neemias Augusto Rodrigues não esconde a felicidade pela conquista. “O grupo inteiro ficou muito feliz, pois foi o reconhecimento de um trabalho que durou cerca de duas a três semanas e que contou com o incentivo de professores, além da colaboração de todos os integrantes”, conta.

Para a professora-coordenadora do Núcleo Pedagógico de Ciências, Telma Biselli de Lourenço, a importância do evento vai além de uma simples apresentação. “Esse evento realizado pela Diretoria de Ensino é de suma importância porque é por meio dele que conseguimos detectar o momento que o jovem passa”, conta.

Promoção da saúde

Programas de promoção da saúde já fazem parte da rotina da rede estadual de ensino. Com o apoio da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), a Educação distribui todos os anos o kit “Prevenção também se ensina”. O material enviado a todas as cinco mil unidades conta com 14 publicações, dois DVDs e quatro CDs, todos voltados para o uso do educador, com sugestões de atividades e temáticas como álcool, tabaco e outras drogas, sexualidade e adolescência, consumo consciente e cyberbullying para alunos de todas as idades.