domingo, 19/04/2020
Boas Práticas

Professora da Etec Itararé mostra na internet como fazer máscara de proteção

Em tempos de pandemia e escassez de equipamentos de segurança, criatividade e informação ajudam a ensinar como produzir o item

Está difícil encontrar máscaras de proteção facial à venda em tempos de pandemia. Uma opção para se proteger e evitar a propagação do novo coronavírus pode ser arregaçar as mangas e fazer sua própria peça.

Esta é a sugestão da professora da Escola Técnica Estadual (Etec) Itararé, Michele Oliveira, que fez uma live mostrando o passo a passo da produção de uma máscara de pano feita sem a necessidade do uso de máquina de costura.

Os interessados podem rever vídeo pelo Facebook da Etec Itararé. A escola disponibiliza ainda um Whatsapp para envio de perguntas sobre como fazer esse item de proteção.

Além da confecção, a professora dá dicas de como usar e higienizar as máscaras, seguindo as orientações do Ministério da Saúde. Ficou interessado? Confira as dicas e o material necessário para confeccionar as peças.

“Essa é a nossa colaboração que deixamos nas redes sociais para as pessoas interessadas em fazer sua própria máscara. A iniciativa ajuda ainda os voluntários que fazem doações para campanhas de arrecadação de materiais de proteção e até mesmo aqueles que estão buscando uma fonte de renda extra”, explica.

Informação no combate à pandemia

Michele afirma que ficou sensibilizada com os exemplos de colegas de Etecs e Fatecs que estão trabalhando como voluntários para ajudar no enfrentamento da Covid-19. “Os professores e alunos estão aproveitando suas especialidades para ajudar a sociedade no combate à doença e a Etec Itararé colabora difundindo noções de prevenção e o passo a passo para produção de máscaras.”

Embora o município de Itararé não tenha registro de pacientes com Covid-19 e poucos casos suspeitos, Michele ressalta a necessidade de reforçar as noções básicas de higiene e prevenção ao contágio.

Segundo ela, a população da cidade está usando máscaras descartáveis, que podem ser usadas por apenas duas horas, durante turnos de trabalho de até oito horas, por exemplo. Outro comportamento que chamou a atenção dela é o hábito de retirar a máscara tocando a parte da frente da peça, em vez de retirar pelos elásticos, como recomendam as autoridades sanitárias.

Materiais para confecção da máscara

– Dois retalhos de 20 x 18 centímetros de algodão puro. Dê preferência aos tecidos mais leves, como o tricoline;

– Agulha nº 7 ou a que tiver em casa;

– Linha para costura;

– Elástico nº 12 (32 cm para cada máscara);

– Régua;

– Tesoura.