sexta-feira, 29/07/2011
Últimas Notícias

Projeto Lugares de Aprender levará alunos a 16 novos destinos no segundo semestre

Parque Estadual das Furnas do Bom Jesus, Galeria de Arte da Unicamp, Museu Mazzaropi e Museu Oceanográfico da USP estão entre as novidades na programação As visitas terão início a partir de 16 de agosto Só no primeiro semestre, 293 mil estudantes e 14 mil professores participaram das atividades do projeto  Os alunos da rede […]

Parque Estadual das Furnas do Bom Jesus, Galeria de Arte da Unicamp, Museu Mazzaropi e Museu Oceanográfico da USP estão entre as novidades na programação

As visitas terão início a partir de 16 de agosto
Só no primeiro semestre, 293 mil estudantes e 14 mil professores participaram das atividades do projeto

 Os alunos da rede estadual de ensino terão novidades na volta às aulas. Para o segundo semestre, o projeto Lugares de Aprender: A Escola sai da Escola, da Secretaria de Estado da Educação, oferecerá em sua programação 16 novos destinos localizados na capital, interior e litoral, com vagas para mais 23 mil estudantes. Dentre eles, estão o Parque Estadual das Furnas do Bom Jesus, na região de Franca; a Galeria de Arte da Unicamp, em Campinas; o Museu Mazzaropi, em Taubaté; e o Museu Oceanográfico da USP, na capital. As visitas terão início a partir de 16 de agosto.

 Também serão oferecidas vagas extras em outras instituições culturais parceiras, como o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre, em Tupã; a Casa de Cultura de Ribeirão Preto; o Jardim Zoobotânico e o Museu Interativo de Ciências, em Franca; o Museu Histórico Artístico e Folclórico Ruy Menezes, em Barretos; o Museu Casa de Portinari, em Brodowski; o Horto Municipal de Lins; o Museu de Energia de Itú; o Museu Municipal de Álvares Machado e o Sesc de São José do Rio Preto. O acréscimo possibilitará atendimento a 8.520 alunos nas Diretorias de Ensino de São Joaquim da Barra, Sertãozinho, José Bonifácio e Santo Anastácio, que passam a beneficiadas pelo projeto.

Voltado a estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio da rede estadual, o Lugares de Aprender prevê visitas monitoradas às instituições culturais parceiras, com transporte e lanche inclusos. Só no primeiro semestre deste ano, 294 mil alunos e 14 mil professores participaram das atividades. No segundo semestre, em todo o Estado, serão atendidos cerca de 350 mil crianças e adolescentes.

Atualmente, o projeto conta com um total de 151 instituições parceiras, entre elas o SESC São Paulo, que tem vasta programação cultural em unidades na capital e Grande São Paulo (Interlagos, Itaquera, Pinheiros, Pompéia, Santo André, Vila Mariana) e também no interior (Araraquara, Bauru, Bertioga, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Taubaté). As vagas são disponibilizadas às Diretorias de Ensino, que as distribuem entre as escolas estaduais que aderiram ao projeto.

O Lugares de Aprender é um dos três segmentos do programa Cultura é Currículo, que neste ano conta com um investimento de R$ 32   milhões da Secretaria, o dobro da verba destinada em 2010. “A ampliação da verba vai permitir que o benefício seja estendido a um número maior de alunos”, disse o secretário de Estado da Educação, Herman Voorwald.

Novos Destinos

DIRETORIAS DE ENSINO

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS

CAMPINAS – LESTE/OESTE

Galeria de Arte UNICAMP/IA

CAMPINAS – LESTE/OESTE

Museu Exploratório de Ciências – UNICAMP

CAMPINAS – LESTE/OESTE

Sesc

CATANDUVA

Centro de Educação Ambiental Prof. Paschoal Roberto Turatto

FRANCA

Parque Estadual das Furnas do Bom Jesus

ITAPEVA

Núcleo de Educação Ambiental de Capão Bonito (NEA-CB)

JAÚ

Museu Municipal de Jaú

PENÁPOLIS

Centro de Educação Ambiental – DAEP

PENÁPOLIS

Museu Histórico e Pedagógico de Penápolis

PIRASSUNUNGA

Parque Estadual Porto Ferreira

SÃO VICENTE

Casa Martim Afonso

TAUBATÉ

Museu Mazzaropi

BAURU

Museu Ferroviário Regional de Bauru

CAPITAL

Instituto Verdescola

CAPITAL

Museu Oceanográfico

CAPITAL

Solar da Marquesa de Santos e Casa da Imagem

Sobre o Programa Cultura é Currículo

Implantado em 2008, o programa Cultura é Currículo está inserido na proposta curricular com o objetivo de democratizar o acesso de professores e alunos da rede estadual a produções culturais que contribuam para ampliar sua formação. O programa é dividido em três segmentos: Lugares de Aprender: A Escola Sai da Escola, com visitas a instituições culturais; Escola em Cena, que leva alunos a apresentações de teatro e dança; O Cinema Vai à Escola, voltado para exibições de filmes dentro das unidades escolares.

 A iniciativa possibilita que alunos da rede estadual de ensino tenham acesso gratuito a espetáculos de teatro e dança, além de visitas monitoradas a instituições culturais. O transporte e a alimentação dos estudantes são oferecidos pela Secretaria.