quarta-feira, 18/09/2019
Notícia

Grêmios estudantis têm papel fundamental na prova do Saeb 2019

Engajamento dos jovens pode melhorar a participação da escola; prova passa por mudanças e aglutina novos formatos

O Grêmio Estudantil tem diversos papéis dentro do ambiente escolar, e um deles será muito visto nos próximos meses: a divulgação de provas e avaliações para os estudantes. Em reunião ocorrida na sede da Secretaria da Educação, mais de 15 grêmios estudantis de todo o estado se reuniram com representantes da Educação para explicar, debater e ter ideias de divulgação para a prova do Saeb 2019, que será aplicada em todo o país entre os dias 21 de outubro e 1º de novembro.

O Saeb 2019 é a nova forma de avaliação do ensino público pelo Inep e acumula as conhecidas ANA, Aneb e Anresc, avaliações criadas nos anos anteriores com base em diversos critérios. O Saeb 2019 também substitui a chamada “Prova Brasil”, aplicada no mesmo período nas escolas públicas. 

Pela mudança de nome e dinâmica – as provas serão aplicadas e anos ímpares e os resultados saem só no fim do ano seguinte, a divulgação do Saeb 2019 é fundamental nas escolas. “Assim como as outras provas, o Saeb não é obrigatório, mas quanto mais estudantes fizerem, mais dados teremos para compor o Inep e melhorar a educação. É fundamental que uma grande corrente de divulgação atraia interessados”, explica a professora Patrícia de Barros Monteiro.

Os grêmios foram convidados a pensarem em ações conjuntas de mobilização na escola. Durante 3 horas, vários exemplos foram mostrados aos estudantes presentes. Teve clipe musical convidando os estudantes a participarem, história em quadrinhos e até filme caseiro. “O que sempre passamos aos gremistas é que só há uma forma de fazer o que queremos fazer: união. Por isso precisamos muito desse protagonismo de vocês, dessa proposição de ideias e esse espírito de equipe que levaram vocês até aqui”, pontua Sonia Maria Brancaglion, coordenadora da área de Grêmio Estudantil na Educação.

Algumas dessas ações já estão em prática. Na Escola Estadual João Dias, na capital, o Grêmio Estudantil preparou o que chama de “cantinho”: um lugar para estudantes ficarem após o almoço, esperarem os pais e também praticarem a leitura. “Vamos colocar alguns avisos sobre o Saeb e também distribuir panfletos, que fazemos em conjunto com a diretoria. Queremos dar atenção máxima à prova”, explica a estudante Karine Miranda, do primeiro ano do Ensino Médio. 

Numa outra ação, promovida pela Escola Estadual Nestor Gomes de Araújo, os jovens usaram a HQ dos Vingadores, com seus blockbusters, para fazer o que chamaram de “Turbinada”: uma história em quadrinhos sobre a importância das avaliações para São Paulo e para o Brasil e a importância dos estudantes se oferecerem para realizar a avaliação.

Outras ações também envolveram música, como a composta pela estudante Driely Mouzinho, da Escola Estadual Antônio Berreta. Ela compôs “Bora Fazer”, que foi cantada na voz e violão pela própria no evento para gremistas. “Estamos passando de sala em sala e mostrando o quanto é importante fazer o Saeb”, completa.