sexta-feira, 19/10/2018
Agenda do secretário

Secretário anuncia reforma em escolas estaduais de Jaú e região

No total, quatro escolas passarão por obras de manutenção e modernização

O secretário de Estado da Educação João Cury esteve em Jaú para anunciar novidades para a educação da região. Nesta sexta-feira (18), o titular assinou o autorizo de obras para quatro escolas estaduais, sendo duas em Jaú, uma em Dois Córregos e uma em Bocaina.

No total, a Secretaria repassará mais de R$ 460 mil aos municípios para manutenção e modernização das unidades.

“É no município que as pessoas sonham e projetam seu futuro. Por isso, temos que ouvir a rede e só assim vamos reconhecer os desafios e dificuldades”, comentou Cury.

Em Bocaina, as obras contemplarão a EE Capitão Henrique Montenegro, que terá melhorias internas e externas. Atualmente, a unidade atende 657 alunos de Ensino Fundamental (Anos Finais) e Médio. O valor do investimento é de R$ 96 mil.

Dentro os serviços contratados para a EE José Alves Mira, em Dois Córregos, estão a reforma da cozinha, substituição de telhas e reparos hidráulicos e elétricos. A unidade atende 700 alunos.

“É uma grande responsabilidade aproximar o Governo do Estado de São Paulo com os municípios. Estamos restabelecendo uma obra muito importante para a nossa cidade”, disse o prefeito de Dois Córregos, Ruy Favaro.

Já em Jaú, as manutenções dos prédios acontecerão na EE Álvaro Fraga Moreira e na EE Professor Tullio Espindola de Castro. Juntas, as duas unidades totalizam mais de 1,3 mil alunos.

“Tudo isso é para que nós possamos alcançar nossos objetivos. Queremos oferecer educação de qualidade para formar pessoas de bem e que tenham postura nos dias de hoje”, afirmou a dirigente de ensino de Jaú, Carla Matar Karam, durante o evento.

Esses projetos, portanto, são fundamentais para que cada vez mais o aluno se aproxime da escola. Mais do que isso, o intuito é fazer com ele se envolva e se engaje nas questões do seu ambiente escolar através de uma infraestrutura adequada.

Segundo Júlio Ramos, coordenador da Coordenadoria de Infraestrutura e Serviços Escolares da Secretaria da Educação, é necessário “fazer a nossa parte e buscar instrumentos eficientes para cuidar do aluno”.