segunda-feira, 10/02/2014
Sociedade

Série produzida pela Educação em parceria com a TV Cultura é finalista do Emmy

"Pedro e Bianca" tem como cenário Escola de Tempo Integral da rede estadual de ensino

A série “Pedro e Bianca”, produzida e exibida pela TV Cultura em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, concorre ao Emmy Kids Awards e os alunos da Escola Estadual Alberto Torres, zona oeste da capital, estão na torcida pela premiação que tem o resultado que será divulgado nesta segunda-feira (10). Isso porque a unidade de ensino foi cenário da filmagem e seis estudantes do Ensino Médio foram até figurantes da produção.

Esta escola é uma das 182 que este ano funcionam com o Novo Modelo de Tempo Integral no Estado de São Paulo, onde a jornada diária é de em média 9 horas e além de aulas regulares os alunos também participam de disciplinas eletivas, que incentivam, entre outras áreas, o talento artístico dos alunos.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Na trama finalista do Emmy, com direção geral de Fábio Mendonça e Roberto Moreira e que tem entre seus criadores Cao Hamburger, Pedro e Bianca são irmãos gêmeos, mas possuem uma particularidade incomum: ele é branco; ela é negra. Na escola, onde a história se desenrola, os irmãos são cativados por muitos dos assuntos abordados em aula, que mudam seus olhares sobre as coisas da vida.

Na vida real, a Alberto Torres também tem gêmeos que frequentam a unidade – o Rafael e a Rafaela, de 15 anos – e, por meio dos projetos desenvolvidos pela Secretaria, são incentivados a discutir temas típicos dos jovens como preconceito, bullying, prevenção ao comportamento de risco entre outros.

pedro_ebianca_146_620_01

A própria série Pedro e Bianca é um projeto Escola 2.0, desenvolvido em parceria da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), órgão da Secretaria, e a TV Cultura e tem como um dos objetivos tratar situações com as quais os jovens se identificam. “Ser nomeado para esta premiação é uma grande conquista. A série retrata bem o cotidiano de adolescentes, o dia a dia nas escolas públicas, com seus jovens urbanos e conectados, além de discutir temas importantes, como a descoberta da sexualidade, drogas, as dificuldades enfrentadas no convívio familiar, status e bullying”, afirma Claudia Rosenberg Aratangy, diretora de Projetos Especiais da FDE.

Na segunda edição do Emmy Kids Awards, a série “Pedro e Bianca” concorre com “Beat Girl”, da Irlanda; “Limbo”, da Dinamarca; e “Junior High School Diaries”, do Japão. Os vencedores serão conhecidos na noite de premiação, que acontece nesta segunda-feira, 10, em Nova York.

Para saber mais, acesse a intranet da Educação

O Emmy Internacional é uma premiação realizada anualmente pela Academia Internacional de Artes & Ciências Televisivas, como demonstração de reconhecimento pela excelência em televisão de companhias e indivíduos que criam, produzem e realizam programas de TV fora dos Estados Unidos.