terça-feira, 30/07/2013
Professores e Funcionários

Educação oferece novo serviço de perícia para profissionais da rede

Órgão contará com 33 locais para a realização de avaliações de saúde distribuídos pelo Estado

A Educação conta com um novo serviço de perícias médicas, voltado exclusivamente para os servidores da rede estadual de ensino. Com um investimento de R$ 17,6 milhões, serão 33 unidades de atendimento, que farão as avaliações de saúde dos profissionais de forma mais ágil e eficiente.

As unidades periciais que atenderão os educadores e demais funcionários da Educação estão localizadas na capital, Grande São Paulo, litoral e interior. Além das unidades em funcionamento em todo o Estado, a Secretaria tem um plano de expansão dos polos de atendimento periciais para mais municípios.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Foram selecionados médicos, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, entre outras especialidades, para realizarem o atendimento direcionado às características profissionais do quadro de funcionários da Secretaria. Esses profissionais realizarão procedimentos como a concessão e cessação de licença para tratamento de saúde e readaptação.

Benefícios

Com o novo serviço, a Secretaria passará a ter informações mais atualizadas e precisas das condições de saúde de seus funcionários, o que viabilizará maior eficiência no planejamento da gestão de recursos humanos. Um dos objetivos é ampliar e aprimorar o trabalho de prevenção e promoção da saúde, além de garantir a qualidade de vida aos professores e demais profissionais da rede.

O programa de Inspeções Médicas da Educação atenderá os servidores que apresentarem atestados superiores a 15 dias. As demais perícias deverão ser realizadas pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado (DPME). O processo de marcação de consultas dos casos assumidos pela Educação será feito pela escola ou unidade em que o funcionário atua. 

Credenciamento

Estão abertas as inscrições para o credenciamento dos médicos responsáveis pelas perícias médicas dos servidores da Secretaria da Educação. O cadastro deverá ser feito online, aqui no Portal da Educação, até às 23h do dia 21 de setembro.

Entre os requisitos necessários estão formação em medicina, inscrição no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, certificação de residência médica e comprovada experiência mínima de dois anos. Saiba mais aqui.