segunda-feira, 28/08/2017
Boas Práticas

Voluntários são exemplo de quem faz a diferença na rede estadual de SP

Escola da Família tem mais de 10 mil pessoas que trabalham pela melhoria da comunidade escolar

O Dia Nacional do Voluntariado é comemorado nesta segunda-feira (28). Para celebrar a data, a Educação reuniu exemplos de quem faz a diferença na vida de pais, alunos e comunidade da rede estadual que servem de inspiração e incentivo para que todos atuem em uma causa social.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Nelson Leandro da Silva, 56 anos, trabalha há mais de 9 anos como voluntário na Escola Estadual Gabriel Oscar de Azevedo Antunes, em Santo André. Aos sábados e domingos, ele ministra um curso de introdução à programação neurolinguística para jovens e adultos no qual aborda os temas autoconhecimento e crescimento pessoal.

“Minha missão de vida é ajudar as pessoas a desenvolverem seus potenciais e atingirem excelência em suas áreas de atividade. Como voluntário tenho a oportunidade de compartilhar meu conhecimento, servir aos outros e me sentir útil. Isso me faz bem!”, exalta Nelson.

Outra boa iniciativa é realizada por João Marçal Fugimoto na Escola Estadual Professora Lydia Rocha Alves, em Franca. Aos 62 anos, ele criou uma horta suspensa para otimizar a área verde da escola. Com isso, ele aproveita para ensinar as crianças sobre o meio ambiente e a distribuir hortaliças e frutas para a comunidade. Só em 2016 foram entregues mais de 3 mil mudas para as famílias cultivarem os produtos em casa.

Como ser um voluntário

Para atuar como voluntário na rede, basta procurar uma das 2 mil unidades do Escola da Família e preencher o Termo de Adesão, informando dados pessoais e o objetivo de participar das atividades. O projeto será avaliado e, caso seja aprovado, a equipe do programa irá adaptá-lo à realidade local.