quarta-feira, 26/03/2008
Últimas Notícias

Aluna da rede estadual ganha viagem para Alemanha pela qualidade do idioma estrangeiro

Além dela, outros 15 alunos passaram com desempenho “ótimo” em certificado do Instituto Goethe Aluno do Centro da escola estadual Pedro Casemiro Leite, de Cotia, Ana Paula Tavares, de 19 anos, acaba de ser premiada com viagem para a Alemanha, em julho deste ano. Ela foi escolhida devido a sua qualidade no idioma alemão, aprendido […]

Além dela, outros 15 alunos passaram com desempenho “ótimo” em certificado do Instituto Goethe

Aluno do Centro da escola estadual Pedro Casemiro Leite, de Cotia, Ana Paula Tavares, de 19 anos, acaba de ser premiada com viagem para a Alemanha, em julho deste ano. Ela foi escolhida devido a sua qualidade no idioma alemão, aprendido em estudo no Centro de Ensino de Línguas (CEL).

Organizada pelo Instituto Goethe, referência no idioma alemão, a premiação mostrou que outros 15 alunos da rede estadual que cursam alemão estão com desempenho considerado “ótimo”.

Ana Paula ganhou uma passagem, após sorteio, para Berlim, na Alemanha, com todas as despesas pagas: passagens aéreas, traslados, alojamento, refeições, curso e passeios culturais monitorados. “Passei quatro anos estudando muito. Foi o resultado de muita dedicação. Foi no CEL que me descobri”, afirma a aluna, que pretende cursar Letras na USP e seguir carreira como tradutora e intérprete.

A seleção do Instituto Goethe aconteceu com os alunos da rede que quiseram ganhar certificado. A Secretaria mantém 78 Centros de Estudos de Línguas (CELs) espalhados pelo Estado, oferecendo 45 mil vagas para aulas de japonês, italiano, francês, alemão e espanhol, matérias que não estão na grade curricular e, portanto, não são ministradas rotineiramente em salas de aulas.

Para inscrever-se no programa o aluno deve freqüentar cursos regulares ou supletivos na rede estadual a partir da 6ª série. Estudantes de escolas técnicas estaduais também podem freqüentar as aulas. Os Centros de Estudos de Línguas ficam localizados dentro de escolas estaduais. Dos 78 CEL existentes, 17 ficam no município de São Paulo, 12 na região metropolitana e 49 no interior. Para o ensino das línguas, os CELs contam com cerca de 600 professores.

“Estes 16 alunos selecionados como “ótimos” são um modelo para a rede estadual. Mostram o bom trabalho dos Centros de Ensino de Línguas. Trata-se de oportunidade única especialmente para Ana Paula, que conhecerá uma nova cultura, um novo país”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.