• Siga-nos em nossas redes sociais:
quarta-feira, 30/11/2022
Notícia

Atividades culturais celebram Mês da Consciência Negra em escola estadual de Limeira

Com 5 horas de programação, estudantes e professores fazem desfile da beleza negra, apresentações musicais e teatrais, declamam poemas e promovem brincadeiras

A EE Ataliba Pires do Amaral, da cidade de Limeira, mobilizou estudantes, professores e comunidade para a programação do Mês da Consciência Negra. As atividades aconteceram na sexta-feira, 25 de novembro, com apresentações musicais, oficina de turbantes, pintura corporal, demonstração de capoeira, dança, rimas feitas por estudantes e desfile de beleza.

“Esta comemoração é uma forma de evidenciar a cultura afro-brasileira, com a promoção da educação que valoriza a diversidade cultural e étnica brasileira”, declarou a diretora da unidade, Valeria Fiuza Ambrosio. “O Dia da Consciência Negra, oficialmente comemorado em 20 de novembro, em todo Brasil, sugere reflexão ampla da participação negra na sociedade. Temos que considerar a importância de combater o histórico de exclusão e discriminação da população afro-brasileira pelo reflexo da escravidão e do racismo”, finalizou.

A dirigente de Ensino da Diretoria de Ensino de Limeira, Magda de Moraes, destacou o protagonismo dos estudantes. “A programação desenvolvida pela equipe de gestão, professores e estudantes refletiu o compromisso da educação no debate da valorização da diversidade e da importância do negro na sociedade”, comentou Magda de Moraes.

Show de talentos
Em cinco horas de programação, os alunos e professores proporcionaram diversas atividades culturais. Os estudantes do 6º ano do ensino fundamental Ryan Henrique, Lucas Henrique, Gabriel Eduardo e Adrian apresentaram rimas antirracistas.

Nas atrações musicais, os estudantes Enzo, Vinicius e Pedro, do 9º ano, mostraram o talento com pagode; Cauã Monteiro, do 7º ano, na flauta; professor Cleber, no samba; e Ana Cristina, do 6º ano, cantou a música ‘Asa Branca’. Houve ainda apresentação teatral com alunos do 6º ano, organizado pela professora Renata; declamação do poeta ‘Navio Negreiro’ com as estudantes Ana crista e Regiane, do 8º e 9º anos; amarelinha africana organizada pela Silvana do 8º ano; e ainda desfile da beleza negra.

Governo do Estado de SP