sexta-feira, 23/09/2016
Educação Especial

Curta-metragem retrata o dia a dia de crianças com deficiência na escola

"Por que Heloísa?" está disponível gratuitamente; o vídeo já teve mais de 10 mil visualizações

O primeiro dia de aula em uma escola regular é o ponto de partida do curta-metragem “Por que Heloísa?”. O vídeo mostra os desafios e também as alegrias de uma menina e sua família em busca de um ambiente escolar acolhedor. O filme traz audiodescrição em Libras.

A animação é baseada no livro homônimo de Cristiane Soares e faz parte de projeto multimídia que incluiu o documentário “Todos com Todos” e um audiobook da mesma autora. A ideia é, a partir do curta, debater as experiências de crianças com deficiência no processo de inclusão em escolas das redes pública e privada.

Educação inclusiva na rede

No último semestre, mais de 67 mil alunos com deficiência estavam matriculados na rede estadual de ensino de São Paulo. Com ampla política de Educação Especial Inclusiva, a Educação de São Paulo é pioneira na implantação de políticas de atendimento educacional especializado aos alunos com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação nas escolas públicas. O Núcleo de Apoio Pedagógico Especializado (CAPE) é responsável pela criação de um sistema de apoio, com as Salas de Recursos, os Atendimentos Itinerantes, Escolas Domiciliares e Classes Hospitalares.