sexta-feira, 21/12/2007
Últimas Notícias

Educação estadual define calendário de 2008

?Início das aulas será em 18 de fevereiro A Secretaria de Estado da Educação definiu o calendário letivo para 2008. Os professores voltam ao batente em 11 de fevereiro, na semana anterior ao início das aulas, que acontecerá no dia 18. De 13 a 15 de fevereiro os educadores passarão por avaliação, revisão e consolidação […]

?Início das aulas será em 18 de fevereiro

A Secretaria de Estado da Educação definiu o calendário letivo para 2008. Os professores voltam ao batente em 11 de fevereiro, na semana anterior ao início das aulas, que acontecerá no dia 18. De 13 a 15 de fevereiro os educadores passarão por avaliação, revisão e consolidação da Proposta Pedagógica 2008, o que norteará as ações para todo o ano.

Já em 11 e 12 de fevereiro os professores terão atividades de preparação do planejamento escolar, com suas respectivas direções de escolas. Toda a rede estadual terá, no mínimo, 200 dias de efetivo trabalho escolar, isto é, dias em que os alunos, sob orientação dos professores, receberão aulas e participarão de outras programações didático-pedagógicas que “assegurem efetiva aprendizagem do conteúdo curricular”.

Preocupada em garantir que os alunos da rede assimilem o conteúdo programático para obter melhor desempenho no aprendizado e nas avaliações, a Secretaria formou o calendário para que os alunos fiquem o máximo de tempo.

“A definição do calendário é importante para que os educadores e as escolas se planejem. Conseguimos fecha-lo já em 2007, o que auxilia na programação de 2008”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

O Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp), que avaliou cerca de 2 milhões de alunos da rede estadual em 28 e 29 de novembro, terá um dia reservado para análise dos resultados, que devem sair totalizados em abril (o resultado prévio sairá em fevereiro).

Para garantir que o rendimento dos alunos seja acompanhado pelos pais, haverá reuniões bimestrais de Conselhos de Classe/Séries e de Pais de Alunos. Em 31 de março e 1 o de abril, atividades com os professores terão por objetivo discutir as propostas curriculares. As aulas devem acabar em 19 de dezembro.