quarta-feira, 03/12/2014
Pais e Alunos

Concurso para docentes revela aumento de interesse de homens pela profissão

Certame para professores da alfabetização contou com a presença de mais de três mil homens

No último domingo (30), a Educação realizou um concurso voltado para os interessados em atuar entre o 1º e o 5º ano do Ensino Fundamental da rede estadual. E a presença masculina no ensino infantil deve aumentar. Entre os 77 mil inscritos, foi registrado o número de 3.633 homens, que ainda são minoria nas escolas da rede.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

No entanto, em um levantamento feito pela Educação ficou comprovado que a proporção de educadores do sexo masculino nas salas de aula está crescendo. Os dados indicam que entre 2008 e 2013, a proporção deles em todas as escolas estaduais passou de 22,4% para 26,2%.

O processo seletivo deste domingo abriu 5.734 vagas na capital paulista, região metropolitana, além de Campinas, Ribeirão Preto e Vale do Paraíba para professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Caso os candidatos sejam aprovados, vão ingressar para a turma de cerca de 740 homens que atualmente lecionam no 1º ao 5º ano na rede.

O exame foi classificatório e dividido em duas partes. A primeira foi composta por uma prova com 80 questões objetivas. Já a segunda parte contou com uma prova dissertativa, além de uma redação. O gabarito da prova já pode ser consultado aqui.

Após a classificação no processo seletivo, os professores passarão por avaliação de títulos. O resultado será publicado no Diário Oficial do Estado. Atualmente, um professor de educação básica que atua 24 horas semanais e ministra aulas para os alunos em processo de alfabetização recebe salário mensal de R$ 1.565,19.