quinta-feira, 05/04/2012
Imprensa

Escola estadual de Cananéia distribui chocolates em comemoração à Páscoa

Os doces foram produzidos durante oficinas promovidas pelo programa Escola da Família A Escola Estadual Professora Yolanda Araújo Silva Paiva, em Cananeia, na região de Registro, terá no próximo sábado (07/04), a partir das 14h, uma celebração de Páscoa destinada às crianças participantes do programa Escola da Família na unidade. O evento contará com gincanas, […]

Os doces foram produzidos durante oficinas promovidas pelo programa Escola da Família

A Escola Estadual Professora Yolanda Araújo Silva Paiva, em Cananeia, na região de Registro, terá no próximo sábado (07/04), a partir das 14h, uma celebração de Páscoa destinada às crianças participantes do programa Escola da Família na unidade. O evento contará com gincanas, pinturas do rosto dos alunos e, ao final das atividades, haverá a distribuição de cerca de 530 pirulitos de chocolate.

Os doces foram produzidos na própria unidade durante oficinas promovidas pelo programa aos sábados e domingos durante a segunda quinzena de março. “Com essa ação, além da integração entre comunidade e escola, capacitamos jovens e mulheres não só a confeccionar chocolates para consumo próprio e familiar, mas também como fonte de renda”, explica Elaine Marques dos Santos, educadora profissional do programa Escola da Família e responsável pelo projeto desenvolvido na instituição de ensino.

Cerca de 30 pessoas participaram da produção de chocolates entre alunos, pais e funcionários da unidade. Além dos pirulitos, foram confeccionados ovos de Páscoa e bombons, para consumo dos próprios participantes.

“A iniciativa foi muito eficaz para trazer a comunidade à escola. Eu não tinha conhecimento nenhum no primeiro dia, mas foi tudo bem explicativo. Agora pretendo implantar esses ensinamentos durante alguma aula prática”, elogia Gisele Goes de Oliveira, professora de ciências da unidade que participou das oficinas.

Sobre o programa Escola da Família

Desde 2003, o Escola da Família aproxima sociedade e escola promovendo a integração de estudantes, crianças, jovens, adultos e idosos com um trabalho que sociabiliza, diverte e educa. Por meio do programa, as unidades escolares da rede pública de São Paulo são abertas aos sábados e domingos à comunidade local, para realização de atividades voltadas ao esporte, à cultura, à saúde e ao trabalho, os quatro eixos do programa.

As atividades são promovidas com o auxílio de profissionais da Educação, voluntários e educadores universitários e visam a inclusão social, tendo como foco o respeito à pluralidade e uma política de prevenção que concorra para uma qualidade de vida cada vez melhor.