quarta-feira, 30/05/2007
Últimas Notícias

Escolas do Jardim Elisa Maria são beneficiadas com projeto Virada Social

Atendimento jurídico, odontológico, noções de prevenção a incêndio e de direitos ao consumidor. Estas foram algumas das atividades realizadas para a população da região do Jardim Elisa Maria, na capital paulista, no lançamento projeto Virada Social – Ações Integradas de Cidadania neste fim de semana. Coordenado pela Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, o […]

Atendimento jurídico, odontológico, noções de prevenção a incêndio e de direitos ao consumidor. Estas foram algumas das atividades realizadas para a população da região do Jardim Elisa Maria, na capital paulista, no lançamento projeto Virada Social – Ações Integradas de Cidadania neste fim de semana. Coordenado pela Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, o projeto conta com a participação de 26 secetarias e órgãos públicos do Estado e da prefeitura de São Paulo, além de 12 parceiros da sociedade civil.

Lançado pelo governador José Serra neste último sábado, o objetivo do projeto é ampliar a oferta dos serviços nas áreas da educação, saúde, trabalho, lazer, cultura, assitência social, segurança, esporte, além da revitalização urbana em praças, calçadas , ruas, canalização do córrego e coleta seletiva.

Na área da educação, cinco escolas da região receberão novos mobiliários e computadores. As unidades envolvidas pelo projeto na região são: EEs Hélio Héber Lino, Vila Penteado II, Walfredo Arantes Caldas, Profa Luiza Salette Junca de Almeida, João Boemer. As quadras das três últimas escolas serão cobertas, além da reforma e melhoria estética de seus banheiros.

Após o lançamento do projeto Virada Social , a secretária Maria Lucia Vasconcelos visitou as escolas Vila Penteado II, Walfredro Arantes Caldas e Luiza Salette Junca de Almeida. Nesta última, ficaram concentradas as ações do projeto no fim de semana. Na escola, a comunidade pôde ter acesso, por exemplo, à emissão da 2ª via de documentos, orientações sobre saúde bucal e direito do consumidor.

Para a diretora da unidade, Maria Cristina Lefevre, iniciativas como esta aproximam a comunidade da escola. “Com esta aproximação podemos descobrir quais são suas verdadeiras carências e problemas e buscamos uma forma de cooperarmos nas soluções”.

Ana Lucia Venerando